Aurora está há mais de um ano sem registro de acidentes com vítimas fatais


A baixa na quantidade de casos foi motivada pela realização de trabalhos educativos e de fiscalização. – Foto: Reprodução/SVM
Por Henrique Macêdo
O município de Aurora, na região do cariri, está há mais de um ano sem registro de acidentes com vítimas fatais. Os dados tem como base os números do Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (Demutran), do Detran e da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS).
De acordo com Lânio da Silva, diretor do Demutran, a baixa na quantidade de casos foi motivada pela realização de trabalhos educativos e de fiscalização.
"A partir do momento em que começamos a orientar e a população, conscientizando o uso de capacete, os riscos da alta velocidade, passagem de pedestres nas faixas de trânsito, implantação de sinalizações verticais e horizontais, houve a redução", afirma.
O último acidente com vítima fatal registrado em Aurora ocorreu em 25 de maio de 2018. Uma colisão de motos na Avenida João Joaquim dos Santos, Bairro São Benedito (Aurora Velha), deixou um saldo de uma pessoa morta e outra ferida. O mecânico José Alves Rodrigues, de 46 anos, conhecido como “Narcélio” pilotava a sua moto Honda CG 125 Titan e não usava capacete quando colidiu frontalmente na moto Honda POP 100 pilotada por Rubens Arthur Fernandes Justino, de 18 anos. "Narcélio" que trabalhava em uma oficina localizada no bairro Beira Fresca teve morte imediata, enquanto Rubens foi socorrido para o Hospital Geral Ignez Andreazza, sendo posteriormente liberado.
De acordo com o Demutran, hoje, estão circulando em Aurora 1.580 carros e 3.647 motocicletas. O número elevado de veículos faz com que as fiscalizações se tornem mais intensas.
“A educação faz cada vez mais parte da vida de quem mora aqui em Aurora. O resultado é a segurança para pedestre e condutores de veículos”, conclui Lânio.