Operação do MP no Ceará prende 26 pessoas suspeitas de envolvimento com facções criminosas



Operação ocorre nesta quinta-feira
Operação ocorre nesta quinta-feira(Foto: Divulgação/MPCE)
Vinte seis pessoas foram presas no Ceará na manhã desta quinta-feira, 15, por suspeita de terem envolvimento com facções criminosas. Eles foram alvos de operação nacional do Ministério Público. Ao todo, foram expedidos 35 mandados de prisão e 29 de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza, Independência, Sobral, Juazeiro do Norte, Groaíras, Aquiraz, Maracanaú e Pacatuba. No Estado, a operação é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), em parceria com a Polícia Civil (PCCE)

De acordo com o promotor de Justiça Adriano Saraiva, 15 mandados tinham como alvos pessoas já presas. Outras dez ordem de prisão foram cumpridas no Estado. "Houve ainda uma prisão em flagrante durante a operação", explicou o promotor. Ao longo desta quinta-feira, os investigadores ainda devem cumprir quatro mandados contra suspeitos já rastreados. Outras seis pessoas são consideradas foragidas.


Conforme as investigações, o suspeitos integravam um complexo esquema criminoso composto, em sua maioria, por membros de posições de comando dentro da facção PCC e por indivíduos a eles relacionados. Apurou-se que, entre os meses de novembro de 2018 e fevereiro de 2019, os investigados praticaram crimes como tráfico de drogas, associação para o tráfico, comércio irregular de arma de fogo e o planejamento de homicídios e ataques a agentes e a equipamentos públicos, tanto na Capital quanto no Interior.

Brasil

As ações realizadas nesta quinta-feira se estendem por outros estados: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Pernambuco. O centro das operações é no Rio de Janeiro. Ao todo, são cumpridos mais de 300 mandados  


o Povo .