Advertisement

Camilo Santana anuncia repasse de R$ 55 milhões para unidades de saúde municipais até próxima semana


Camilo Santana anunciou, durante transmissão ao vivo nesta terça-feira, 25, investimento para Política Estadual de Incentivo Hospitalar
(foto: Reprodução/Instagram)

Camilo Santana anunciou, durante transmissão ao vivo nesta terça-feira, 25, investimento para Política Estadual de Incentivo Hospitalar (foto: Reprodução/Instagram)

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, nesta terça-feira, 25, o repasse de R$ 55 milhões para unidades de saúde municipais até a próxima semana. Os recursos têm o objetivo de contribuir com o equilíbrio financeiro de unidades de saúde de 53 municípios do Ceará. O valor será distribuído proporcionalmente às prefeituras, em relação ao número de habitantes das cidades beneficiados.

 "O valor total ultrapassa R$ 55 milhões, que o Estado está repassando para ajudar os municípios e as unidades de saúde, desde a atenção básica. Essa variante [Ômicron], somado às síndromes respiratórias, fez com que a demanda de atendimento, nos postos de saúde, aumentassem bastante. Então, este é um recurso para que as prefeituras possam comprar insumos, aumentar o número de equipes ligadas à saúde e ampliar o atendimento na ponta", disse Camilo em transmissão online nas redes sociais.

Os benefícios da nova política anunciadas será a contribuição para o equilíbrio financeiro do hospital; inclusão de novas clínicas - traumatologia/ortopedia, saúde mental e anestesiologia- e ampliação do número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Conforme informações divulgadas pelo governador, o recurso é repassado às prefeituras, que fazem o envio do valor para as unidades de saúde. O comunicado da nova Política Estadual de Incentivo Hospitalar contou com a participação do titular da Secretaria da Saúde, Marcos Gadelha, e da vice-governadora Izolda Cela (PDT).

Segundo o secretário da Saúde, este plano fortalece o processo de regionalização da saúde. "Os municípios que se beneficiam com esse recurso podem se equipar melhor para receber pacientes de cidades vizinhas”, explicou Marcos Gadelha.

                             Blog do Amaury Alencar o Povo 

Postar um comentário

0 Comentários