Guimarães prega aviso: candidaturas nos estados que não sejam vinculadas ao ex-presidente Lula não serão prioridades para o PT - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

11/06/2021

Guimarães prega aviso: candidaturas nos estados que não sejam vinculadas ao ex-presidente Lula não serão prioridades para o PT

 

O ex-presidente e pré-candidato do PT ao Palácio do Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva, colhe os resultados das articulações para ampliar a base de sustentação ao projeto de 2022 nos Estados e vê o PSB, como futuro aliado, se fortalecendo.

O primeiro passo nesse sentido foi dado, nesta sexta-feira, com a decisão do deputado federal Marcelo Freixo trocar o PSOL, partido ao qual estava filiado há 16 anos, pelo PSB. Freixo é pré-candidato ao Governo do Rio de Janeiro, onde, pela costura de Lula, o PT abriria mão de concorrer à sucessão estadual.

‘’Está se construindo um amplo consenso no PT de que a centralidade nossa em 2022 é a disputa nacional. Tudo que nós fizemos nos estados estará sincronizado com a disputa nacional em torno da candidatura de Lula. Candidaturas nos estados que não sejam vinculadas a isso não serão prioridades para nós’’, disse em entrevista ao Jornal O Globo, o deputado José Guimarães, que coordena o grupo de acompanhamento das candidaturas nos estados e se torna um dos petistas mais próximos ao ex-presidente Lula.

Principal articulador da aliança do PT com os irmãos Ferreira Gomes a partir de meados dos anos 90, José Guimarães tem no Ceará, pelos próximos 12 meses, um dos maiores desafios na montagem de palanques nos estados para fortalecer a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva.

O PT mantém, atualmente, o Governo do Estado com Camilo Santana que ganhou, em 2014 e 2018, graças à força eleitoral dos irmãos Cid e Ciro.

O desenho para 2022 apresenta duas pré-candidaturas com conflitos pouco cordiais – de um lado, o ex-presidente Lula, e do outro, o presidenciável Ciro Gomes. Pela força eleitoral conquistada, Camilo é cotado para disputar o Senado, mas será cobrado pelas lideranças nacionais do PT para se definir sobre apoio a Lula ou a Ciro. No meio dessa encruzilhada, entra o articulador José Nobre Guimarães.

AGENDA DE LULA NO NORDESTE

O ex-presidente Lula que, nesta sexta-feira, participa de reuniões com lideranças políticas no Rio de Janeiro, tem, segundo José Guimarães, agenda a ser cumprida na Região Nordeste no mês de julho.  O Lula tem procurado agregar forças políticas nesse processo de reconstrução do Brasil que ele quer fazer’’, observa Guimarães. Uma das prioridades no Nordeste é a articulação para o governador do Maranhão, Flávio Dino, trocar o PC do B pelo PSB para concorrer ao Senado em 2022. Outro comunista que deve sair para o PSB é o deputado federal Orlando Silva (SP).

 Ao fazer avaliação sobre o quadro nacional, Guimarães disse que “a candidatura de Haddad em São Paulo é prioridade absoluta” diante das boas perspectivas de sucesso em razão das dificuldades enfrentadas pelo PSDB no estado, com o embate entre o ex-governador Geraldo Alckmin e o atual governador João Doria. O ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, chegou ao segundo turno na eleição presidencial de 2018 e perdeu a disputa para o atual presidente Jair Bolsonaro

    

                       Ceará Agora 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages