Ceará participa de Blue Info sobre Economia do Mar - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Breaking


21/06/2021

Ceará participa de Blue Info sobre Economia do Mar

 Destaque em Economia do Mar, o Ceará irá participar do primeiro seminário internacional Blue Info Summit, que acontece nesta terça-feira (22), em Portugal, sendo representado pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). O evento, realizado e transmitido virtualmente, visa ao fomento de ações para garantir um futuro sustentável a partir de oceanos, mares e rios. Participam da conferência o presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, o líder do Observatório da Indústria e diretor de Inovação e Tecnologia da FIEC, Sampaio Filho, além do gerente e da pesquisadora do Observatório, Guilherme Muchale e Leilamara Andrade, respectivamente.

FOTO ARQUIVO OE/ ELISABETH DREHER



Os representantes da Fiec serão oradores em dois painéis do seminário, além de apresentarem o projeto RASTUM, que tem por objetivo desenvolver um sistema de rastreabilidade para a cadeia produtiva do atum, tido por especialistas como referência de sustentabilidade dos oceanos, como revelou Leilamara Andrade ao O Estado. “A nossa expectativa é enorme para este evento. Além de debatermos sobre o fomento à Economia Azul, em um dos painéis que vamos participar, iremos apresentar o case denominado Projeto RASTUM. No outro painel, discutiremos sobre as potencialidades do estado e tentaremos atrair investidores, visto que haverá a participação de empresários espanhóis, estadunidenses e de outras potências mundiais”, comentou.

A conferência integra a iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), que apontou os anos de 2021 a 2030 como a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável, com o fito de construir uma “abordagem integrada e garantir que a ciência oceânica apoie plenamente os países na implementação da Agenda 2030” para o desenvolvimento sustentável. Dentre os assuntos discutidos no seminário, destacam-se a cooperação entre nações e entidades dentro da Economia Azul, a importância da ciência e da inovação na valorização dos oceanos, dos mares e dos rios e a visão integrada de todos os planos de água e áreas costeiras.

RASTUM
Andrade explica que o RASTUM foi elencado dentro das rotas estratégicas do setor de Economia do Mar e é fruto do apoio do Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca no Estado do Ceará (Sindifrio-CE), em parceria com a Fiec. Ela também ressalta que o projeto pretende automatizar a coleta de informações, por meio da rastreabilidade da cadeia produtiva do atum, e repasse a instituições regulamentadoras de âmbito local e federal.

“Conseguimos uma parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e, por meio de seu edital de transformação digital, aprovamos o projeto. Iniciamos em 17º lugar, passamos pelo oitavo e chegamos ao primeiro lugar no Nordeste. Acreditamos que essa medida amplie o mercado de produtos oriundos aqui do Ceará, tendo em vista a maior exigência de segurança alimentar. Começamos com o atum, mas vamos expandir essa rastreabilidade para algumas empresas que trabalham com peixes vermelhos”, adiantou. (Por Eudes Viana, sob a supervisão dos editores de Economia)

Painéis:
19h (horário de Brasília): “Mar de Oportunidades – Alimento Sustentável”, com Ricardo Cavalcante e Sampaio Filho;

20h30: ‘Rastrear para Valorizar e Proteger o Alimento do Mar’, com Guilherme Muchale e Leilamara Andrade.


      O estado ce


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.