Tenente PM é morto à bala pelo irmão Agente da PRF em Penaforte; motivo seria briga por herança - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

16/05/2021

Tenente PM é morto à bala pelo irmão Agente da PRF em Penaforte; motivo seria briga por herança

 

Fratricídio ocorreu na manhã deste domingo (16) no centro de Penaforte.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Vc repórter/WhatsApp


Um policial militar aposentado foi morto à bala pelo próprio irmão, um Agente da Policial Rodoviário Federal também aposentado na cidade Penaforte, no cariri cearense. O crime ocorreu por volta das 10h00min deste domingo (16), em frente a uma garagem situada à Rua Militão Carvalho, no Centro da cidade.

O caso chegou ao conhecimento do Destacamento policial militar do município via 190, por funcionários do Hospital Municipal. O denunciante Informou que o 2º Tenente PM do Estado de São Paulo da reserva, Gilberto Ferreira Neto, de 65 anos conhecido pelo apelido de “Galego” que residia  na Rua Antonio Ângelo teria sido encontrado apresentando sangramento na altura do ombro esquerdo, com lesão produzida possivelmente por projétil de arma de fogo, no interior de um veículo Fiat Une Mille Fire, cor azul, ano de fabricação e modelo 2003, de placa DLF-5295, na praça central daquele município sendo socorrido por uma ambulância do Hospital Municipal João Muniz, não resistindo ao ferimento morrendo minutos depois de chegar a unidade hospitalar.

O policiamento militar de serviço fez diligências em torno do fato, chegando a localizar uma irmã dos envolvidos no crime, a doméstica Maria do Carmo Neto. A mulher informou aos militares que o suspeito da ação criminosa seria o próprio irmão da vítima, o Agente aposentado da Policial Rodoviário Federal, Horácio Ferreira Neto, de 76 anos, apelidado por “Dadá Ferreira”, residente à Rua João Bringel, centro de Penaforte.

Segundo a Polícia, Maria do Carmo afirmou que o ato criminoso aconteceu durante uma discussão entre Gilberto e Horácio, motivada por uma partilha a herança. Após cometer o crime contra seu familiar, o suspeito empreendeu fuga para lugar ignorado. A Polícia Militar de Penaforte efetuou rondas no intuito de localizar e prender o suspeito, mas sem, contudo lograr êxito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages