Secretários estaduais e municipais de saúde pedem R$ 40 bilhões ao Governo Federal para combate à pandemia - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

29/05/2021

Secretários estaduais e municipais de saúde pedem R$ 40 bilhões ao Governo Federal para combate à pandemia




 O aumento no número de casos da Covid-19, após a flexibilização de atividades econômicas, gera pressão para o Governo Federal abrir mais uma vez os cofres da União. Secretários estaduais e municipais de Saúde se mobilizaram e encaminharam pedido ao Ministério da Saúde para ampliação de crédito adicional de R$ 40 bilhões ao Orçamento Federal.

No ofício, os secretários falam em “sinais claros” de agravamento da pandemia e argumentam que os recursos adicionais devem ser transferidos para reforço, na ponta, do atendimento hospitalar, custeio de serviços da atenção básica e vigilância e compra de insumos, remédios e equipamentos.

Além do movimento deflagrado pelos conselhos nacionais de secretários estaduais e municipais de saúde, prefeitos e governadores querem agilidade do Governo Federal na liberação das verbas uma vez que, nos Estados e nos Municípios, a rede hospitalar volta a ficar sobrecarregada.

O ofício enviado pelos secretários de saúde cita, ainda, os dados da Fiocruz que apontam que 18 estados têm ocupação de leitos maior que 80%, e pede que a pasta agilize a busca por recursos extras para apoio a estados e municípios.

VALE DO JAGUARIBE

O Governador Camilo Santana (PT), pediu, em audiência nessa quinta-feira, com o Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga, a habilitação para o funcionamento do Hospital Regional do Vale do Jaguaribe, que está pronto e com equipamentos comprados.

O Secretário de Relações Institucionais do Governo do Estado, Nelson Martins, em entrevista há poucos dias à Rádio FM 98.5, da cidade de Russas, anunciou que, até o final deste mês, a primeira etapa com 40 leitos do hospital entraria em funcionamento para receber pacientes infectados pela Covid-19. O funcionamento da unidade depende agora do Ministério da Saúde.


              Ceará agora 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages