Paulo Gustavo piora da Covid-19 e é submetido a tratamento com 'pulmão artificial'

 




O humorista faz uso de terapia por Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO) (Foto: DIVULGAÇÃO)
O humorista faz uso de terapia por Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO) (Foto: DIVULGAÇÃO)

O ator e comediante Paulo Gustavo apresentou piora no quadro clínico de Covid-19 na sexta-feira, 2. Ele foi submetido ao tratamento de terapia por Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO), um equipamento que funciona como um pulmão artificial. O humorista está internado desde o dia 13 de março em um hospital do Rio de Janeiro e no dia 22 do mesmo mês precisou ser entubado.

Paulo Gustavo havia apresentado melhora da função pulmonar na ultima quinta-feira, 1º. A equipe médica responsável pelo tratamento informou que o estado do ator é estável. “Optamos pelo início da terapia coadjuvante com ECMO, com o objetivo de permitir uma melhor recuperação da função pulmonar. Após o agravamento ocorrido, a situação permanece estável nas últimas horas.”, esclarece a nota.



 

Paulo Gustavo faz parte do grupo de risco da Covid-19 por ser asmático. Thales Bretas, marido do ator, comunicou em uma postagem no Instagram que está vivendo um período difícil e, por isso, prefere se manter recluso da internet. No comunicado à imprensa, a família de Paulo Gustavo agradeceu pelo carinho dos fãs e pediu que continuem a enviar boas energias e orações para sua recuperação.

Em postagem nas redes sociais, Júlio Marcos, pai do ator Paulo Gustavo, compartilhou uma mensagem falando sobre o estado de saúde do filho. "Nesse momento em que todo o planeta está tão triste, precisamos alavancar e elevar nossa fé! Em especial, nosso amigo Paulo Gustavo, está enfrentando uma árdua e dolorosa luta!", escreveu Júlio Marcos.

O pai do ator aproveitou para pedir orações aos fãs e amigos. "Cada um com sua fé, religião, crença, mas principalmente, muita energia! Nosso amigo receberá, nesse momento, com todos nós juntos em oração, uma chuva de bênçãos e os anjos o ajudarão a recuperar-se e vencer essa duríssima batalha".

                       o Povo 

Postar um comentário

0 Comentários