15/04/2021

Com dois cearenses, CPI da Covid tem composição definida 24 horas após abertura de prazo para indicação de nomes

  blogdoamauryalencar.blogspot.com.br       15/04/2021

 






Vinte e quatro horas após aberto o prazo para os partidos definirem os nomes para compor a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada com o objetivo de apurar eventuais irregularidades nas ações do Ministério da Saúde no combate à pandemia e, também, a aplicação das verbas federais pelos estados e municípios na área da saúde, entre março de 2020 e março de 2021, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), anunciou, nesta quarta-feira (14), que os 11 titulares e 7 suplentes indicados pelas sigas já estavam definidos.

Dos 11 senadores titulares na CPI, dois – Tasso Jereissati e Eduardo Girão, são cearenses. O tucano sempre defendeu a apuração de denúncias de irregularidades nas medidas implantadas pelo Governo Federal para combater a pandemia, enquanto Girão propôs – e conseguiu, ampliar o objeto da Comissão Parlamentar de Inquérito que terá, também, o papel de investigar como os Governos Estaduais e Municipais gastaram o dinheiro transferido pela União para as ações na área da saúde.

Entre os 11 titulares da CPI, o MDB indicou dois nomes – Eduardo Braga (AM) e Renan Calheiros (AL). Braga é crítico das ações do Governo Federal no Estado do Amazonas que, no mês de janeiro, se transformou no epicentro da pandemia com a crise sanitária agravada pela falta de oxigênio.

Calheiros, que briga pela relatoria da Comissão Parlamentar de Inquérito, pode representar a pedra no sapato do Palácio do Planalto. Isso, porque, o alagoano, desde o início da atual gestão, se sentiu hostilizado pela cúpula do Governo Federal.

A CPI tem, ainda, os senadores Ciro Nogueira (PP), aliado de primeira linga da administração do presidente Bolsonaro, os senadores Osmar Aziz e Otto Alencar, ambos do PSD, Marcos Rogério (DEM), Joaquim Mello (PL), Humberto Costa (PT) e Rodolfo Rodrigues (PSOL), autor do requerimento que culminou com a criação da CPI da Covid.

INSTALAÇÃO DA CPI

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse, nesta quarta-feira, em entrevista, logo após a sessão deliberativa da Casa, que definirá em breve a data de instalação da CPI . Segundo Pacheco, a primeira reunião terá que ser presencial, para eleição do presidente do colegiado, mas deverá seguir todos os protocolos sanitários.
Como todos os partidos e blocos partidários já enviaram à Mesa do Senado os nomes dos senadores que vão integrar a CPI, falta agora a leitura dessa composição em sessão do Plenário para que ela se torne oficial, o que deve ocorrer nos próximos dias. Até a leitura dos nomes indicados, as indicações podem ser alteradas pelos líderes

logoblog

Thanks for reading Com dois cearenses, CPI da Covid tem composição definida 24 horas após abertura de prazo para indicação de nomes

Previous
« Prev Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.