Vereador Dr. Ivanaldo é diagnosticado com Covid-19 após ter sido tratado no SESP com suspeita de dengue, em Camocim

 







Em contato com o Revista Camocim, o vereador Dr. Ivanaldo (PMN) confirmou que testou positivo para Covid-19, após ter sido tratado como paciente com suspeita de Dengue. Ele começou a sentir os leves sintomas da doença na última quinta-feira (11). Na sexta-feira (12), ele teve febre de quase 40 graus e descontrole da pressão arterial. 


No sábado (13) o vereador procurou atendimento médico no Centro de saúde Dra. Maria Helena de Oliveira Bottona, antigo, SESP, que está funcionando em caráter de plantão, atendendo casos de suspeitas de Covid-19. Conforme relato do vereador, o médico plantonista, Dr. Antônio Gabriel, disse que os sintomas eram de dengue, e não de Covid-19. Ele receitou medicamentos para a dengue e solicitou a realização dos exames para as duas doenças, a serem realizadas apenas no dia 20 de março. 


O quadro de saúde do parlamentar, que também é advogado, se agravou no domingo (14) e ele teve que ser socorrido na UPA 24h, onde chegou a desmaiar durante atendimento. O médico que lhe atendeu também não o medicou com tratamento para Covid-19  e pediu o aguardo do resultado dos exames solicitados pelo médico do SESP. 


" O médico que me atendeu na UPA disse que eu não poderia tomar (no momento) a medicação para Covid-19, pois, se o caso fosse de Dengue, poderia complicar e avançar para uma dengue hemorrágica", contou o vereador Dr. Ivanaldo. 


Sem melhoras, o advogado resolveu realizar na segunda-feira (150 o exame para Covid-19 na rede particular, tendo recebido o diagnóstico positivo para a doença e em fase de transmissão do vírus". 


Bastante abalado com o resultado do exame, o paciente refletiu sobre a fragilidade do atendimento da saúde pública e o quanto que se tornou prejudicial também  para seus familiares, que agora terão que realizar o exame e cumprir com mais rigidez o confinamento domiciliar.  Ele considera que foi vitima de uma irresponsabilidade médica e teme que casos semelhantes ao seu esteja ocorrendo com mais camocinenses. 


Além disso, a experiência vivida através do atendimento público, para se ter um diagnóstico preciso,  levou o vereador a questionar o prazo de 14 dias para a realização do exame após os primeiros sintomas do vírus. 


"Uma pessoa com menos poder aquisitivo poderia morrer sem realizar o exame", pontuou.


Dengue


O vereador levantou ainda a questão da dengue, que precisa ser vista com responsabilidade pelo poder público Municipal. 


" Enquanto o foco é o coronavírus, o combate contra a dengue é esquecida. E em Camocim, estamos tendo um número alto de pessoas com dengue, segundo o médico que me atendeu no SESP". Enfatizou o vereador e continuou: " Uma pessoa pode estar com covid-19  mas sem poder tomar os medicamentos corretos, sob suspeita de estar com dengue, aguardando a realização e o resultado dos exames. Essa demora pode ser fatal.   A saúde emocional das pessoas, o psicológico, também é bastante abalado. As pessoas sofrem e podem morrer sem o atendimento correto". 


Dr. Ivanaldo se encontra em  isolamento domiciliar e já tomando as medicações que diminuem o impacto do vírus. 


Carlos Jardel


                        Revista Camocim On Line 

Postar um comentário

0 Comentários