24/03/2021

PF fecha na Caponga um dos maiores laboratórios de dinheiro falso do Brasil

 



O laboratório era um dos maiores que funcionava no Brasil (Foto: REPRODUÇÃO/PF)
O laboratório era um dos maiores que funcionava no Brasil (Foto: REPRODUÇÃO/PF)

Agentes da Policia Federal fecharam, na madrugada desta quarta-feira, 24, um laboratório de falsificação de cédulas que funcionava em Caponga, Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). De acordo com informações da instituição, a operação resultou ainda na prisão de um homem responsável por liderar o esquema criminoso que ocorria no laboratório, considerado um dos "maiores de contrafação de cédulas falsas do Brasil".

Segundo o delegado Geraldo Mendes, que esteve a frente das investigações, o indivíduo que comandava a Organização Criminosa era foragido da Justiça de Ituiutaba, Minas Gerais. Isso porque, em outubro de 2020, ele esteve atuando em outro laboratório de falsificação de moeda, que foi desarticulado por agentes federais. 

Na época, o homem tentou se esconder da polícia e fugiu para o Ceará, onde continuou com o esquema de falsificação de cédulas e até aprimorou a prática. Além da falsificação, ele também atuava no Estado produzindo cartões clonados, cartões cidadão e comprovantes de residência, que utilizava para invadir contas bancárias de terceiros.

Toda ação foi coordenada pela Unidade Piloto de Repressão à Falsificação de Moedas, com o apoio da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado de Minas Gerais e da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE). Ainda de acordo com PF, já foram apreendidos um montante de quase dez milhões de cédulas falsas somente em operações desse porte realizadas desde o ano de 2019 no Brasil.

                                                O povo