Justiça suspende auxílio emergencial de R$ 500 aprovado na Câmara de Aquiraz

 



A Justiça suspendeu, por liminar, a tramitação de um projeto de lei aprovado na Câmara de Aquiraz que criava um ‘auxílio emergencial’ na cidade. A proposta do prefeito Bruno Gonçalves era o repasse de duas parcelas de R$ 250, mas os vereadores elevaram o valor para R$ 500 em 4 meses. A juiza do Caso, Sandra Fernandes, argumenta que vereadores não podem apresentar emendas que elevem gasto público.

                             Ponto Poder 

Foto: Reprodução

Postar um comentário

0 Comentários