19/03/2021

Gol cancela alguns voos no Ceará e solicita remarcação de passagens compradas para abril

 







                                    foto Divulgação/ Gol


A Gol Linhas Aéreas terá apenas cerca de 200 voos por dia em sua malha no mês de abril. A malha foi completamente reformulada, com todos os voos alterados. Algumas rotas para o Ceará foram suspensas, e devem permanecer apenas voos da chamada malha essencial, como medida para contenção da disseminação do novo coronavírus.

Nove destinos no interior do país sofreram com o cancelamento de rotas, incluindo voos para Jericoacoara, no litoral cearense, que estão temporariamente suspensos. Os hubs em algumas capitais, incluindo Fortaleza, estarão mantidos, bem como as rotas da companhia para Juazeiro do Norte. Campina Grande (PB), Sinop (MT), Montes Claros (MG), Caldas Novas (GO), Uberlândia (MG), Londrina (PR) e Caxias do Sul (RS), também terão operações da companhia suspensas.

O diretor de Vendas da Gol, Renzo Mello, disse que a companhia está trabalhando em um cenário de redução moderada, próxima ao que voou em agosto de 2020. “Quando já havíamos tido quatro meses de aprendizado de malha essencial e já havíamos incorporado quase todas as bases de volta a essa malha. Em termos práticos, essa a redução é sobretudo em termos de frequência e quantidade de voos, não de destinos. Serão cerca de 200 decolagens diárias”, disse.

Remarcação de voos


Mello informou ainda que todos os passageiros com bilhete para abril terão de acessar um link e remarcar seu voo. Isso porque toda a malha foi afetada de todos os destinos operados pela companhia. “Às vezes a diferença de horário pode ser pequena, de cinco minutos, mas isso configura um novo voo”, explica. Levar todos os clientes ao site também é uma forma de a Gol ter certeza de que esse cliente quer continuar voando e ajudar em futuros ajustes, afirma.

Pelo site da companhia, o passageiro cai no sistema da Gol e pode escolher um outro voo, na nova malha de abril, em data e horário próximos ao voo original. Se não quiser voar em abril, pode remarcar para uma data mais para frente no ano. Segundo ele, quem quiser cancelar, ficará com crédito para voar na Gol, e se optar pelo reembolso, entrará nas regras de reembolso estabelecidas pelo governo federal (12 meses a partir da data do voo cancelado). A Gol afirma que qualquer mudança não terá penalidades, inclusive na reserva de voos futuros que tenham diferença tarifária, pois a empresa isentará todas as penalidades.

A aérea também informou que as agências de viagens já estão preparadas para estas remarcações, e que no ambiente de agências de viagens no site da companhia aérea, há uma ferramenta para que o agente faça a mudança para os clientes. A empresa reforça que não necessidade de entrar em contato com a Central de Atendimento por telefone, pois todas as mudanças poderão ser feitas pelo site. No momento, as centrais estão sobrecarregadas e por isso a Gol tentou automatizar todas as mudanças.

Todos os passageiros que foram afetados com a remarcação de voos receberão e-mail contactando sobre a mudança. Segundo a companhia, caso o passageiro não tenha recebido nenhum comunicado da empresa via e-mail este deve procurar as mensagens em sua caixa de spam ou no SMS do celular. De qualquer forma, todos os passageiros de abril precisam fazer a remarcação no site. Os passageiros de março, somente se forem avisados. De maio em diante, não há alterações anunciadas no momento.

Com informações de Panrotas