Deputado Elmano é eleito presidente do Conselho de Ética e tira licença por 120 dias da AL

 







Mesmo ausente devido à Covid-19, Elmano Freitas foi aclamado presidente do colegiado. Foto: ALECE/Arquivo.














A Assembleia Legislativa do Ceará realizou nesta quinta-feira (25) a eleição do Conselho de Ética Parlamentar da Casa, válido para o biênio 2021-2022. O deputado Elmano Freitas (PT) foi eleito o presidente do colegiado, com Jeová Mota (PDT) na vice e Sérgio Aguiar (PDT) como ouvidor.

Os demais titulares do colegiado são: Augusta Brito (PCdoB), Romeu Aldigueri (PDT), Bruno Pedrosa (Progressistas), Moisés Braz (PT), Guilherme Landim (PDT) e Fernanda Pessoa (PSDB). Os 24 votos registrados no painel eletrônico aprovaram a chapa única apresentada.

Os parlamentares suplentes são: Marcos Sobreira (PDT), Queiroz Filho (PDT), Walter Cavalcante (MDB), Nizo Costa (PSB), Tin Gomes (PDT), Fernando Hugo (Progressistas), Acrísio Sena (PT), Salmito (PDT), Tony Brito (PROS).

Licença

Ainda na sessão desta quinta (25), foi lido requerimento onde o deputado Elmano Freitas solicita licença não remunerada por 120 dias, para tratar de assuntos particulares. Dentre os motivos, segundo o deputado Fernando Santana (PT), que presidia a sessão, está a necessidade de pronta recuperação da Covid-19.

No último biênio, o Conselho de Ética da Assembleia teve trabalho para conter os parlamentares, com vários processos por quebra de decoro sendo apreciados, inclusive com o afastamento por 30 dias do deputado André Fernandes (Republicanos).

Já ao final de 2020, com o arquivamento dos últimos processos que tramitavam no colegiado, a pauta foi zerada.

Confira a chapa eleita:

Presidente: Elmano Freitas (PT)
Vice: Jeová Mota (PDT)
Ouvidor: Sérgio Aguiar (PDT)
Demais titulares: Augusta Brito (PCdoB), Romeu Aldigueri (PDT), Bruno Pedrosa (Progressistas), Moisés Braz (PT), Guilherme Landim (PDT) e Fernanda Pessoa (PSDB).
Substitutos: Marcos Sobreira (PDT), Queiroz Filho (PDT), Walter Cavalcante (MDB), Nizo Costa (PSB), Tin Gomes (PDT), Fernando Hugo (Progressistas), Acrísio Sena (PT), Salmito (PDT), Tony Brito (PROS).

    

                    Edson Silva 

Postar um comentário

0 Comentários