Assembleia Legislativa do Ceará debate litígio entre Ceará e Piauí com vereadores dos municípios envolvidos - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

23/02/2021

Assembleia Legislativa do Ceará debate litígio entre Ceará e Piauí com vereadores dos municípios envolvidos

 







O Comitê de Estudos de Limites e Divisas Territoriais da Assembleia Legislativa do Ceará realiza, de forma virtual, nesta quarta-feira (24/02), a partir das 14h, reunião com vereadores dos municípios envolvidos no litígio entre Ceará e Piauí.  Participa ainda do encontro a Procuradoria Geral do Estado.

O objetivo é tratar do impasse envolvendo os dois estados acerca de 13 municípios localizados na região da Ibiapaba. A reunião foi convocada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Evandro Leitão (PDT), atendendo solicitação da coordenadora do Comitê, deputada Augusta Brito (PCdoB).

A parlamentar lembra que este novo encontro já é um dos encaminhamentos da reunião anterior realizada sexta-feira passada (19/02), que reuniu deputados estaduais, e prefeitos dos municípios envolvidos no impasse. “A intenção é apresentar aos vereadores dos municípios a real situação do litígio”, adianta.

Ainda de acordo com Augusta Brito a reunião vai fornecer informações sobre as ações que estão sendo desenvolvidas e que ainda serão implementadas. A procuradora do Estado, Lidiana Rocha, também participa da reunião, a fim de sanar possíveis dúvidas.

Antecedentes

No dia 19 de fevereiro, o colegiado reuniu parlamentares, técnicos e prefeitos dos diversos municípios envolvidos para debater ações possíveis para acompanhar o processo jurídico que se encontra no Supremo Tribunal Federal (STF). A ação, movida pelo Piauí, tem como foco uma área que impacta o território de 13 municípios da região da Ibiapaba. São eles: Granja, Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Carnaubal, Guaraciaba do Norte, Croatá, Ipueiras, Poranga, Ipaporanga e Crateús.

Na ocasião, o presidente Evandro Leitão, destacou que o parlamento cearense está participando do debate antigo na história do Ceará sobre o litígio, e quer dar sua contribuição para que essa pendência territorial possa ser resolvida.

A coordenadora do comitê, Augusta Brito, afirmou que todas as medidas jurídicas estão sendo acompanhadas e respondidas pelo Estado e é necessário que haja mobilização e ação conjunta. “Estamos tentando unir as forças, respeitando o sentimento de pertencimento das pessoas”, disse.

A parlamentar, que é natural da região da Ibiapaba, comentou que é possível sentir a angústia da população da região com o litígio e que, por isso, novas estratégias e informações precisam ser alinhadas.

Participaram também da reunião os deputados Queiroz Filho (PDT), Salmito (PDT) e Acrísio Sena (PT). Todos elogiaram o trabalho do Comitê e ressaltaram a importância de haver uma mobilização, no sentido de assegurar a integridade territorial do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages