Prefeitura interdita Bar da Mocinha e bloqueia praça ao lado para impedir aglomeração, em Fortaleza

 








Praça na rua João Cordeiro, em frente ao bar Teresa e Jorge e próxima ao Bar da Mocinha (Foto: PREFEITURA DE FORTALEZA/DIVULGAÇÃO)
Praça na rua João Cordeiro, em frente ao bar Teresa e Jorge e próxima ao Bar da Mocinha (Foto: PREFEITURA DE FORTALEZA/DIVULGAÇÃO)

Local de intensa aglomeração em Fortaleza no último fim de semana, a rua João Cordeiro, na Praia de Iracema, também terá ponto de bloqueio para impedir ocupação neste fim de semana. O local de maior frequência se concentra no Largo Dona Mocinha, entre o Bar da Mocinha e o Teresa e Jorge. Há grande presença de comerciantes ambulantes. A praça em frente ao Teresa e Jorge foi interditada na manhã deste sábado, 16.


Na noite de sexta-feira, 15, o Bar da Mocinha foi interditado pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), por descumprimento das regras sanitárias previstas nos decretos municipal e estadual para prevenção e combate à Covid-19. O estabelecimento está impedido de funcionar por sete dias. A Agefis informa ter constatado clientes e funcionários sem máscaras e ausência de distanciamento entre as meses.

Mesas e cadeiras que ocupavam irregularmente a via foram apreendidas.


Além do ponto da João Cordeiro próximo ao Bar da Mocinha e ao Teresa e Jorge, também há bloqueio e colocação de gradis em outros pontos considerados "críticos", como a Praia dos Crush, barracas de Praia do Futuro e da Beira Mar, Praça da Gentilândia, Mercado dos Pinhões e Dragão do Mar.

O trabalho é realizado em parceria entre Prefeitura e Governo do Estado. Participarão da operação a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), a Guarda Municipal, a Polícia Militar e a Vigilância Sanitária estadual. Haverá 52 guardas municipais principalmente no Mercado dos Pinhões, próximo ao Dragão do Mar e tradicional polo de Pré-Carnaval, na Praia dos Crush, na Praça da Gentilândia e no entorno da rua João Cordeiro.

O comércio ambulante será fiscalizado, bem como será feito ordenamento urbano, vigilância sanitária e prevenção de poluição sonora, além da verificação do cumprimento das medidas de combate ao novo coronavírus presentes nos decretos estadual e municipal.

O POVO 

Postar um comentário

0 Comentários