Quase metade das pessoas que fazem exames para Covid-19 no Ceará estão infectadas

 




Ápice na taxa de positividade de exame da Covid-19 no Ceará foi atingido entre o final de abril e início de maio (Foto: FÁBIO LIMA)
Ápice na taxa de positividade de exame da Covid-19 no Ceará foi atingido entre o final de abril e início de maio (Foto: FÁBIO LIMA)

Nas últimas duas semanas, quase metade das pessoas que fazem exame para Covid-19 no Ceará estão infectadas. A taxa de positividade dobrou entre as semanas epidemiológicas (SE) 47 (15 a 21 de novembro) e 48 (22 a 28 de novembro), saindo de 22,94% para 45,26%. Na semana atual (29 de novembro a 5 de dezembro), 47,57% dos exames realizados têm resultado positivo. É a maior taxa de diagnósticos positivos desde o início de junho, quando o índice foi de 53,16%.

Os números são da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). O ápice na taxa de positividade foi atingido entre o final de abril e início de maio, quando 79,36% dos exames deram positivo para o novo coronavírus. Com a estabilização e posterior diminuição no número de novos casos por dia, a taxa chegou a 3,58% entre 27 de setembro e 3 de outubro.



Conforme Carlos Roberto Martins Rodrigues, o dr. Cabeto, secretário da Saúde do Estado, o incremento na taxa de positividade de exames no Ceará tem sido puxado por Fortaleza. Em vídeo publicado nessa terça-feira, 1º, o médico explica que 80% dos novos casos são de pacientes com menos de 50 anos, fora da faixa etária de risco. Por isso, o aumento de casos não é acompanhado de aumento significativo nos óbitos e internações.


O secretário destacou que a rede de saúde estadual tem trabalhado na ampliação de leitos destinados aos pacientes com Covid-19 nas últimas duas semanas. É devido ao aumento de casos que o decreto estadual de isolamento social não tem avanços há mais de um mês, conforme dr. Cabeto.

O Ceará chegou a 301.802 casos confirmados e 9.640 mortes pela Covid-19 nesta terça-feira, 1º. Os números da plataforma IntegraSUS foram atualizados às 11h33min. Segundo o balanço, nenhuma pessoa morreu de Covid-19 nas últimas 24 horas.  

( O povo) 

Postar um comentário

0 Comentários