Davi Alcolumbre ameaça viajar pelo Brasil, em jato da FAB, e pedir votos para o candidato que apoia à Presidência do Senado

 





A custa dos que pagam impostos, já se prepara Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, para sair outra vez a voar pelos céus do Brasil nas asas da Força Aérea Brasileira (FAB).

É um direito que lhe confere o cargo que ocupa, mas se pressupõe que só possa invocá-lo a serviço do Senado. Não foi isso o que aconteceu recentemente e o que está prestes a acontecer de novo.

Entre os dias 9 de outubro e 18 de dezembro, Alcolumbre voou 14 vezes em aviões da FAB os 1.792 quilômetros que separam Brasília de Macapá. Josiel, seu irmão, era candidato a prefeito.

Josiel liderava as pesquisas eleitorais até que um apagão de energia deixou o Estado às escuras por quase 30 dias. Ainda assim foi o candidato mais votado no primeiro turno. Perdeu no segundo.

Agora, Alcolumbre planeja viagens a diversos Estados à caça de votos para eleger presidente do Senado seu colega Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Imagine se fará isso em aviões comerciais.


Roberto Moreira 

Postar um comentário

0 Comentários