Darlan Lobo firma apoio para segundo biênio da Câmara e diz que prefeito eleito não ‘desceu do salto’

 







                                              Foto > Divulgação 



Em reunião com onze vereadores eleitos em Juazeiro do Norte na noite desta segunda-feira (30), o vereador e atual presidente da Câmara, Darlan Lobo (PTB), firmou acordo com o grupo para permanecer no cargo para o próximo biênio de 2021 a 2022. O parlamentar afirmou que deve continuar com padrão da atual gestão, e frisou que deve conversar com os demais vereadores da Casa para dialogar sobre seu indicação a nova gestão, mesmo obtendo apoio da maioria.

O atual presidente da Câmara de Juazeiro afirmou que pretende, de forma colaborativa com a gestão municipal, permanecer com o bom trabalho na Casa e justifica a responsabilidade quanto às contas públicas enquanto esteve à frente da presidência parlamentar. Ele destaca ainda que, apesar das controvérsias e afirmações contra sua gestão, irá permanecer igualmente prestativo ao novo prefeito eleito, Glêdson Bezerra (Pode), que segundo afirma, ainda não “desceu do salto”.

Onze parlamentares que se reuniram com Darlan Lobo (PTB), nesta segunda (30). Foto: Reprodução/Redes Sociais

O encontro entre vereadores ocorreu em um restaurante, e contou com a presença dos parlamentares Capitão Vieira (PTB), Raimundo Jr. (MDB), Jacqueline Gouveira (Republicanos), Bilinha (PMN), Sargento Nivaldo (PTB), Sargento Firmino (PSB), Lucas do Horto (MDB), David Araújo (PTB), Claudionor Mota (PMN) e Ivanildo Rosendo (DC).

“Uma satisfação imensa colher aqui que o que a gente plantou. Esse trabalho que a fizemos, devolvendo valor superior a R$ 4 milhões ao executivo, nos proporcionou isso. Não é porque fechamos um grupo de onze que não estamos abertos a conversar com outros vereadores. Mesmo tendo outros nomes possíveis, o que queremos é continuar com o mesmo trabalho que vinha sido prestado”, diz o vereador. “Fica a mesa coisa da [gestão] passada. Nós não temos esse intuito [mudar a gestão]. Chegavam para o prefeito Arnon Bezerra dizendo que eu ia chegar na presidência e acabar com a gestão dele, e creio que não teve nenhum outro presidente na Câmara  que mais ajudou o prefeito como eu. Inclusive no que diz respeito ao projeto de empréstimo de 80 milhões, que o prefeito eleito votou contra. Irei ajuda-lo, pois sei que mesmo ele tendo sido contra ele irá usar esse recurso em sua gestão, pois graças a meus esforços este valor chegou aos cofres públicos”, completa.

Darlan ressalva ainda estar um tanto decepcionado com a receptividade do prefeito eleito, afirmando que este ainda não parabenizou nenhum dos vereadores por alcançarem o pleito, de forma pública, e que este estaria sondando outros nomes para ocupar o cargo de presidente da Câmara de Vereadores. O parlamentar, que afirma ter votado no empresário Gilmar Bender nas eleições de 2016 para prefeito, e este que apoiou Glêdson nestas eleições, não obteve apoio do novo gestor municipal e diz que divergências não devem ser levadas em consideração nesta nova etapa.

“Estamos abertos ao diálogo. Ele é que não conversou com a gente. Liguei para o Giovani Sampaio, Normando Sóracles, até mesmo para Gilmar Bender, todos os três responderam meu contato, menos o prefeito [Glêdson]. O prefeito eleito conversou com alguns vereadores isoladamente, pleiteando inclusive o nome de um candidato, se contradizendo com o que ele disse à imprensa, que não ia se meter. Acredito que ele deva estar com algum outro propósito ou rancor. Já disse a ele que as divergências tem de ficar no âmbito da Câmara. Hoje ele é prefeito e temos que ficar em harmonia, para ajudar mais ainda o Juazeiro”, conclui o parlamentar.  


( Badalo)