Covid-19: ‘Sairemos dessa’, diz Paul McCartney, ansioso pela vacina

 

Paul McCartney, 78, anunciou que está entre os primeiros grandes nomes a receber a vacina contra a Covid no Reino Unido.

(Foto: Divulgação)

Em uma entrevista exclusiva para ao jornal inglês The Sun, McCartney conta como está ansioso para voltar aos palcos o mais rápido possível, depois de ter sido forçado a perder o Festival de Glastonbury deste ano.

“A vacina vai nos tirar dessa. Acho que vamos superar isso, sei que vamos superar, e é uma ótima notícia sobre a vacina. Eu a terei assim que tiver permissão”, afirmou o ex-beatle.

A primeira celebridade a tomar a vacina foi o ator inglês Ian McKellen, 81. Ele que reside em Londres, onde já começou a vacinação contra a Covid-19 desde semana passada (8), faz parte do grupo de risco e por isso, foi um dos primeiros a receber receber o imunizante desenvolvido pelas farmacêuticas BioNTech e Pfizer. .

“Quero dizer, vai ser muito difícil por um tempo ainda, porque você não pode simplesmente bloquear um país inteiro a menos que seja a China”, afirmou McCartney.

A animação do músico em receber a vacina vem junto com a notícia de que 8% dos britânicos não querem tomá-la. Segundo a publicação, até a Páscoa o número de contaminados com o coronavírus no país deve chegar a cerca de 25 milhões.

McCartney diz que o coronavírus privou a todos da liberdade, e todos os britânicos foram criados para desfrutar da democracia. “Não consigo imaginar todas aquelas garotas em Liverpool, que saem com uma minissaia minúscula no sábado à noite em um frio congelante, não poderem mais sair de casa”, diz o ex-Beatle.

O músico que produziu durante toda a quarentena está promovendo seu novo álbum “

Fonte: Folhapress