O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aprovou, na sessão desta terça-feira, o envio de pedido ao TSE para destinar tropas federais no segundo turno da disputa pelas Prefeituras Fortaleza e Caucaia. Antes de encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral, o pedido precisa ser avalizado pelo Governador Camilo Santana (PT).

Ao justificar a solicitação de reforço federal na área da segurança, o TRE afirmou que a medida tem por objetivo o auxílio para a garantia do livre exercício do voto e da normalidade das eleições. A procuradora regional eleitoral, Lívia Maria de Sousa, conforme comunicado do TRE, em parecer, também foi favorável à requisição das tropas federais.

O segundo turno das eleições será realizado, no próximo dia 29, e mobiliza, pelo menos, 2 milhões de pessoas aptas a votar. Em Fortaleza, são 1.821.382 eleitores que irão escolher entre os candidatos José Sarto (PDT) e Capitão Wagner (PROS) o futuro prefeito. Os 222.128 eleitores de Caucaia escolhem, também, segundo turno, quem comandará o município pelos próximos quatro anos. O atual prefeito Naumi Amorim (PSD) concorre à reeleição e disputa o segundo turno contra o candidato do PROS, Vitor Valim.

Reforço federal

Durante o primeiro turno das eleições, 11 cidades do Ceará (Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Sobral, Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Pacajus, Horizonte e Itaitinga) receberam 900 militares das Forças Armadas. Caucaia contou, ainda, com um efetivo da Força Nacional de Segurança.

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib