Devido um problema de processamento de dados do governo federal, o pagamento do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda atrasou e 236.780 trabalhadores tiveram o auxílio comprometido. O número representa cerca de 2,4% do total de beneficiários. O valor deveria ser depositado entre os dias 27 e 29 de outubro.

Segundo a Dataprev, empresa pública responsável pelo processamento, a previsão é de que o pagamento seja efetuado na sexta-feira (30). O benefício é uma ajuda do governo para complementar a renda de quem trabalha com carteira assinada e teve a jornada de trabalho reduzida ou suspensa durante a crise econômica do coronavírus.

O erro em um dos lotes de cadastros foi identificado nessa segunda-feira (26).

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib