A partir do levantamento de demandas dos 109 juízes eleitorais do Ceará, a Comissão de Segurança Permanente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) decidiu ser necessário o envio de tropas federais para reforçar a segurança durante as eleições municipais de 2020. O auxílio, se aprovado por outras instâncias, deve ser enviado para dez municípios do Estado no dia 15 de novembro, quando acontece a votação do primeiro turno. 


Além de Fortaleza, as tropas devem compor a segurança de Caucaia, Maracanaú, Sobral, Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Pacajus, Horizonte e Itaitinga. Para efetivar o envio, o governo estadual também deve se manifestar a favor ou contra. Depois disso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve decidir se acata o pedido de reforço.


O presidente da Comissão, o desembargador Francisco Gladyson Pontes, indicou a “indispensabilidade desse auxílio à segurança da eleição”, de acordo com o TRE-CE. A procuradora regional eleitoral, Lívia Sousa, também pediu acolhimento das conclusões do colegiado. 


Nas eleições gerais de 2018, o TSE aprovou o envio de forças federais para o Ceará no primeiro e segundo turnos. Já nas últimas eleições municipais, em 2016, o Tribunal também acatou o pedido de reforçar a segurança com tropas federais no dia de votação do segundo turno na Capital. 



Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib