Fábrica de lingerie em Maracanaú sofre incêndio. (Foto: Foto: Asscom/Corpo de Bombeiros)
Fábrica de lingerie em Maracanaú sofre incêndio. (Foto: Foto: Asscom/Corpo de Bombeiros)


Um incêndio foi registrado na tarde deste sábado, 10, na fábrica de lingeries Delrio, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), e destruiu a área de estocagem da indústria. Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Fidélis Dutra, foram necessários 42 agentes da brigada do CBM, cinco viaturas de combate a incêndios, um caminhão autoescada mecânica e um carro pipa de 12 mil litros. Parte do galpão desabou, mas ninguém ficou ferido. Por conta do incidente, foram realizadas 18 ligações para os bombeiros, por volta de meio-dia, e as chamas foram contidas pouco depois das 16 horas.

“A defesa civil de Maracanaú disponibilizou um carro pipa de 12 mil litros, que foi fundamental nesse trabalho”, informa Dutra. Ainda de acordo com o tenente, três hidrantes, sendo um deles urbano e os outros dois de duas empresas - um de uma fábrica de refrigerantes e outro de uma loja de jeans - foram usados para o combate ao sinistro. “Isso evitou que o fogo se alastrasse por outras áreas da fábrica”, diz o tenente. Os trabalhos contaram com o apoio de viaturas do CBM dos quartéis dos bairros Conjunto Ceará e do José Walter, em Fortaleza, e das cidades de Horizonte e Maracanaú, na RMF




Imagens realizadas pela população registraram muita fumaça de cor acinzentada saindo de dentro do galpão. Os bombeiros ficaram no local após debelar as chamas porque, de acordo com o tenente, o ambiente continuava quente, tinha oxigênio e material para ser queimado. “São muitas as fases que identificamos de que o fogo não pode mais se alastrar. Precisamos ter o total controle do que pode acontecer para que não haja rescaldo”, observa. 


O povo 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib