Candidato filiado ao PROS, o médico e professor universitário Dr. Aloísio compõe uma das quatro candidaturas à Prefeitura do Crato, contando como aliados nos outros municípios do Crajubar os políticos Argemiro Sampaio (PSDB), e Glêdson Bezerra (Podemos), em Barbalha e Juazeiro do Norte, respectivamente. Além de ampla experiência educacional, este traz propostas que pretendem inovar não só no ensino municipal, mas também na Saúde e no Turismo cratense, com destaque em sua campanha para a construção de um Hospital Escola Municipal e um elevador que promete revitalizar a encosta do bairro Seminário.

Aloísio Antonio Gomes de Matos Brasil é médico reumatologista há quase vinte anos, onde quinze destes foram dedicados à docência. Iniciou sua carreira no ensino superior pela Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte (atual Estácio – FMJ), e hoje é professor adjunto do curso de Medicina da Universidade Federal do Cariri (UFCA).

Com trajetória política recente, Aloísio afirma que adentrou ao meio incidentalmente, mas não de forma despretensiosa. Por influência de nomes políticos já consolidados no cenário estadual e nacional, o candidato lançou sua primeira candidatura nestas eleições ao cargo de prefeito, tendo como vice a empresária Aline Martins (PROS), que também concorre ao primeiro pleito.

“Minha trajetória política se deu de uma forma casual. Com minha seriedade e determinação, pude ter uma amizade plena com o Capitão Wagner. Ele teve confiança de entregar um partido (PROS) permanente aqui, sendo que a maioria dos partidos no Crato são provisórios. Tudo aquilo que consegui foi baseado no meu próprio esforço e de minha vontade”, discorre.

Propostas

Destacando a importância de uma auditoria, o candidato afirma que pretende realizar um inventário dos recursos da cidade para firmar o compromisso orçamentário e honrar as propostas de campanha.

“Eu tive a vontade de estudar todos os problemas e indicadores do município, e diante desse estudo, praticamente fiz o plano de governo sozinho. Tive, claro, ajuda de vários amigos e estou utilizado projetos que já estão em funcionamento e que estão funcionando bem”.

Aloísio cita exemplos como projeto do Vale Gás Social, bem como os já aplicados Projeto Habitacional e Cartão Reforma, aplicados em Barbalha pela atual gestão. Ele cita ainda, voltado para alunos cratenses, o Voucher Estudantil, iniciativa aplicada no município de Maracanaú e proposto pelo deputado Roberto Pessoa (PSDB).

“O prefeito Argemiro (Barbalha) com gratidão me cedeu esses projetos para meu plano de governo. Importante frisar também que preto implantar o Voucher Estudantil, que permite acesso de estudantes de baixa renda e àqueles cadastrados no sistema CadÚnico tenham acesso ao transporte municipal de forma gratuita”, ressaltou.

Curso de Medicina e Hospital Escola

Em relação a possibilidade de implantação do curso de Medicina em Crato, o médico diz ser o maior entusiasta da vinda deste, e destaca que o projeto já é de longa data. “Essa estrutura de universidade era para ter sido instalada desde fevereiro de 2014, com a estrutura prometida pela gestão, onde o atual prefeito era deputado à época, e que esta não veio”.

Como proposta principal na área da Saúde, bem como complementando o fato da possibilidade de implantação do primeiro curso de Medicina do município cratense e segundo pela rede pública de ensino na região, Aloísio pontuou que deve gerar esforços para construção de um importante equipamento. Trata-se de um novo e moderno Hospital Municipal, com capacidade para acolher médicos residentes e estrutura que proporcione ensino na área e saúde de qualidade para a população.

“Irei criar um Hospital Público Municipal e irei qualifica-lo como local de ensino, o transformando em um Hospital Escola. Isso fará com que aumente o aporte de recursos federais para a saúde do município, principalmente para este hospital. Poderemos fazer convênios, tanto com o Estado ou com o Governo Federal através das universidades estaduais ou mesmo da UFCA, ou até ambas. Poderemos tranquilamente utilizar um mecanismo de gestão misto”, completa o político.

Ensino Integral e 14º de professores

Na Educação, pretende concretizar um plano de gestão, fortalecimento e valorização da classe dos professores, pretende melhorar não apenas a gratificação desempenho profissional, como a depender dos resultados dos indicadores de melhora na qualidade de educação municipal, a definição do 14º salário para todos eles. “Toda a sobra do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) deve sim ser estimulada e destinada para o professor”, completa.

“Iremos criar a escola em tempo integral, que será um fator primordial para a educação no Crato. Ressaltar também o esporte, onde somente 13 das 60 escolas cratenses possuem quadras. Nosso plano será favorecer, não somente os professores, mas a estrutura física das escolas.”

Elevador na Encosta do Seminário

Um dos principais objetivos de seu plano de governo compete a um atrativo turístico que pretende modificar a paisagem urbana. O candidato afirma que deve mover esforços para a construção de um elevador urbano, que ligue os bairros mais centrais a zona mais elevada da cidade através da Encosta do Seminário. O equipamento é inspirado no famoso Elevador Lacerda, da cidade de Salvador.

A ideia, segundo ele, é que a zona da encosta se torne não só um atrativo turístico, mas um incentivo ao comércio local e a maior movimentação e utilização do espaço público, que já conta com algumas obras do governo estadual. “Pretendemos ainda possibilitar o comércio naquela região, com espaço gastronômico e feiras de artesanato, tornando a Encosta do Seminário ainda mais atrativa junto com o elevador”.



                                      Foto > Divulgação  


   ( Badalo) 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib