O ex-senador e presidente do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) no Ceará, Eunício Oliveira, ressaltou que não irá se unir ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) para as eleições deste ano em Fortaleza. Segundo o ex-congressista, ele não se une “a traidores”.

“A única decisão que eu tenho é: não subo em chapa com o PDT nessas eleições. Eu não me junto a traidores”, disse Eunício, que culpa a sigla pedetista por sua derrota em 2018, quando tentava reeleição ao cargo de senador.

Até o momento, o MDB tem possibilidade de apoiar os pré-candidatos à Prefeitura de Fortaleza pelo PT e SD, a deputada federal Luizianne Lins e o deputado estadual Heitor Férrer, respectivamente.

PDT

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) bateu o martelo e decidiu lançar o deputado estadual José Sarto, presidente da Assembleia Legislativa, à disputa pela Prefeitura de Fortaleza. A decisão é tomada dias antes da convenção partidária marcada para acontecer neste sábado, 12. Após tratativas com aliados,a legenda definiu que Élcio Batista (PSB) será o candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada Sarto.

Do Repórter Ceará (Foto: Ueslei Marcelino)

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib