Familiares pedem Justiça pela morte do jovem Francisco Everton  (Foto: WhatsApp O POVO)
Familiares pedem Justiça pela morte do jovem Francisco Everton (Foto: WhatsApp O POVO)



Os moradores do bairro Água Verde, na cidade de Guaiuba, a 39 quilômetros de Fortaleza, viveram uma madrugada de violência nesta terça-feira, 15, quando homens encapuzados portando armas de fogo invadiram casas e executaram três pessoas. Uma das vítimas teve a cabeça arrancada. Grupos criminosos disputam áreas na localidade. 

Uma das vítimas foi Francisco Everton da Costa Barbosa, de 18 anos. Ele foi retirado da casa e pediu para não ser morto. O jovem foi colocado de joelhos e executado. Criminosos invadiram a casa dele pela parte dos fundos e o levaram para frente da residência. Francisco Everton não teria antecedentes criminais. A família e os moradores relatam que ele não tinha envolvimento com crimes e nunca foi preso. Os parentes pedem Justiça.



Outra vítima, um homem conhecido como "Pena", foi mutilado e decapitado na localidade de Baú. A cabeça dele foi deixada nos trilhos, próximo de onde ocorreram as duas outras mortes. A terceira vítima teria sido o delator, um homem não identificado, que teria levado os criminosos para a localização das duas primeiras vítimas.



Facções criminosas

Moradores afirmaram ao O POVO que durante a madrugada do crime uma nova ação de retomada entre facções criminosas foi iniciada. A reportagem identificou a presença de duas organizações criminosas que estão presentes por meio de pichações. O medo toma conta da vida das pessoas que residem nessa área e muita estão acuadas sem sair de suas casas preocupadas com os tiroteios.

O POVO solicitou nota à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) às 14h38min e aguarda resposta.

O POVO

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib