Jogadores do Flamengo pousam para foto sem máscaras em viagem para Equador  (Foto: Twitter/ Flamengo)
Jogadores do Flamengo pousam para foto sem máscaras em viagem para Equador (Foto: Twitter/ Flamengo)



A polêmica do jogo entre Palmeiras e Flamengo parece ter chegado ao fim neste sábado, 26. O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro acatou pedido feito pelo Sindeclubes, sindicato que representa funcionários de clubes no Estado, e suspendeu o jogo entre as equipes, marcado para este domingo, 27, às 16 horas em São Paulo.

O motivo da suspensão é o entendimento do juiz Filipe Olmo da possibilidade de contaminação, visto que alguns dos 21 atletas do Flamengo previstos para a partida estavam na viagem do Equador que culminou em 19 jogadores positivados para o novo coronavírus. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) tinham confirmado a partia, apesar do risco sanitário.

Na decisão, lê-se que há "possibilidade de haver infectados dentro do período de incubação e não há garantia de que os empregados saudáveis não terão contato com outros empregados que possam estar infectados".

O juiz ainda ressalta que "os exames são realizados com antecedência de 2 a 3 dias, e que outros empregados podem ter sido infectados após a realização do exame, em razão do surto focalizado já mencionado. Neste contexto não há como garantir que empregos que tenham testado negativo estejam, de fato, saudáveis e não estejam transmitido o vírus", concluiu.

Atualmente o Flamengo tem 19 jogadores positivados com o novo coronavírus, além de outros 17 pessoas da delegação, incluindo o presidente Rodolfo Landim. O Sindeclubes é presidido por um funcionário do Rubro-Negro.

o Povo 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib