O campus de Tauá do Instituto Federal do Ceará conta agora, em sua estrutura, com 143 placas para geração de energia solar. A instalação dos equipamentos ocorreu no início de setembro como parte de um investimento R$ 9 milhões para a implantação de 126 usinas fotovoltaicas de 18,48 KWp em todo o IFCE.

Do montante total do investimento, cerca de R$ 219.000 foram destinados ao campus de Tauá. O servidor Rafael Nogueira, técnico em eletrotécnica e fiscal do processo de implantação das placas, informou que estimativa é de que sejam economizados, na unidade, R$ 50.000 por ano. "Nós vamos poder continuar consumindo a mesma quantidade de energia, porém com menor custo, porque parte da energia vai ser gerada no próprio campus", diz. O sistema traz ainda a vantagem de ser sustentável, causando pouco impacto ambiental.

O técnico explica que cada placa tem a capacidade de gerar 390 W no período de maior incidência do sol durante o dia, que acontece das 11h às 12h. Os prédios que receberam os equipamentos foram o bloco didático e o bloco administrativo do campus. O sistema será conectado à internet, o que possibilitará o acompanhamento remoto e em tempo real da quantidade de energia gerada.

Além da usina fotovoltaica, está planejada também a instalação de dois inversores, dispositivos que convertem a energia gerada pelas placas para que ela possa ser injetada na instalação elétrica do campus, suprindo o consumo dos aparelhos utilizados na instituição.

A contratação das usinas fotovoltaicas se deu por meio da participação em processo de licitação do IF Sul de Minas, gerente do processo a pedido da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), para todos os IFs do País, além de outras instituições federais. A ação cumpre uma meta estratégica estabelecida no Plano de Desenvolvimento Institucional 2019-2023.

Larissa Lima – Campus de Tauá (com informações da Comunicação Social – Reitoria)

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib