Na pandemia de coronavírus, a Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) tornou-se uma das principais complicações apresentadas por pessoas com Covid-19. O Hospital Regional do Sertão Central, consegue, por meio da tecnologia, amenizar o desconforto de pacientes com insuficiência respiratória. O tratamento é feito a partir da utilização da máscara de ventilação não invasiva (VNI).



No HRSC, o uso do equipamento teve início em agosto, sendo utilizado em 22 pacientes. “O uso da ventilação não invasiva é recomendado para pacientes que apresentam desconforto respiratório e piora da oxigenação”, acrescenta o coordenador de fisioterapia do HRSC, Décio Fernandes.

A agricultora Beatriz Amorim Garcia, 19 anos, esteve internada no HRSC neste mês e apresentou melhora após usar a máscara. “Foi muito bom. Depois que eu comecei a usar não senti mais falta de ar. Fiquei respirando tão bem que parece que nunca senti falta de ar”, relata.

As equipes de fisioterapia seguem critérios específicos para dar início à terapia com a máscara e amenizar o desconforto respiratório e melhorar os níveis de oxigenação dos pacientes. Caso o equipamento não consiga reverter o quadro de saúde ruim, os profissionais avaliam qual o tratamento mais adequado.


Monólitos Post 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib