A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (27),  a Operação Lusitanos com o objetivo de aprofundar as investigações de um esquema criminoso envolvendo um advogado, um empresário e estrangeiros, na prática dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas no Ceará.


                               


FOTO: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL


Busca e apreensão

50 policiais federais cumpriram 12 mandados de busca e apreensão, sendo 9 em Fortaleza, 2 em Trairi, interior cearense, e 1 em São Paulo. As ordens judiciais foram expedidas pela 32ª Vara da Seção Judiciária de Fortaleza.

Investigação

Segundo as investigações, empresas de fachada, que teriam como procuradores o advogado e o empresário, estariam realizando investimentos no Ceará, com recursos provenientes da Europa, especialmente de Portugal, com suspeitas de origem ilícita, através da compra de imóveis e de outros bens neste estado.

Os investigados poderão responder, na medida de sua participação, pela prática dos crimes de lavagem de dinheiro (art. 1º, I, da Lei nº 8.137/90); evasão de divisas (art. 22 da Lei nº 7.492/86) e associação criminosa (art. 288 do CPB).

Operação Lusitanos

O nome da operação se deve ao fato dos recursos serem provenientes principalmente de Portugal.

(*)com informação da PF

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib