No dia 17 de agosto, a cidade de Barbalha comemora sua emancipação política. Neste ano, são 174 de história da terra dos verdes canaviais.

Barbalha é uma das cidades mais quentes do Ceará em novembro

FOTO > CENTRO BARBALHA / WESLEY LIMA 

Barbalha é a terceira maior cidade do Cariri, e acumula uma população estimada de 60 mil habitantes.

A cidade guarda belezas naturais e um rico patrimônio histórico. Os casarões do centro contam parte da trajetória do município. Já no patrimônio natural, Barbalha tem riquezas como a Floresta Nacional do Araripe, Balneário Caldas e Parque Ecológico Riacho do Meio.


Impossível não citar os festejos do padroeiro da cidade, no Pau da Bandeira de Santo Antônio, comemoração tombada como Patrimônio Imaterial Brasileiro.

A denominação “Barbalha” originou do nome de uma moradora de um sítio da região, cuja casa servia de pousada para vaqueiros que traziam rebanhos de Pernambuco para passarem os períodos de estiagem na região da Chapada do Araripe. Por ser proprietária do principal ponto de apoio e hospedagem da região, tornou-se bastante conhecida por sua hospitalidade.

Inicialmente, a cidade era conhecida por Freguesia do Santo Antônio de Barbalha. Em 1838, adotou-se apenas o nome Barbalha.

Em 30 de agosto de 1838 foi criada como distrito subordinado ao Crato. Em 17 de agosto de 1846, data de sua emancipação política, o então distrito é desmembrado do Crato e elevado à condição de vila com a denominação de Barbalha.

Hoje, ocupa a 7ª colocação no estado em Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) geral, a 9ª em IDH-Educação e a 4ª em IDH-Longevidade. 

( BADALO) 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib