Em sessão extraordinária, a Câmara Municipal realizou nesta segunda-feira, dia 23 de março, votação de medidas que visam auxiliar no combate ao coronavírus em Quixadá.

 


Os projetos são de autoria do Poder Executivo e atendem a população quixadaense neste momento de crise. Participou da sessão a Dra. Francimeire Amorim, que destacou todo o esforço dos profissionais de saúde de Quixadá; “que estão na linha de frente no enfrentamento a pandemia do coronavírus no município”, completou a médica.
Dra. Francimeire Amorim
Doutora Francimeire pediu a colaboração dos vereadores para que os projetos de lei fossem aprovados o mais breve possível, pois, segunda ela; “as medidas em questão vão colaborar no enfrentamento ao contágio em nossa cidade e ajudar na gestão da saúde pública neste difícil que todos enfrentamos”.

O primeiro projeto aprovado consistem em proibir às concessionárias de fornecimento de água e energia (Cagece e Enel) que suspendam o abastecimento das residências em Quixadá por um período de 90 dias. A medida foi aprovada de forma unânime.
Também entraram em votação a criação dos cargos de Gerente de Unidade Básica de Saúde, Ouvidor da Saúde Municipal e implementação da Ouvidoria do SUS em Quixadá. E a alteração, em caráter extraordinário da aplicação de suprimentos de fundo municipal. Ambos foram aprovados.

O presidente interino vereador Denis Dutra agradeceu a colaboração de todos os vereadores em aprovar tais medidas que, segundo ele, “serão fundamentais no auxílio a todo povo de Quixadá, neste momento de dificuldade que nossas famílias estão vivenciando”, afirmou ele.

Assessoria Câmara Municipal de Quixadá
Postagem Anterior Próxima Postagem