Últimas Notícias

Em confronto com a Polícia, três suspeitos são mortos e outros três presos em Guaiúba



Três suspeitos morrem e outros três são presos durante confronto com a polícia em Guaiúba
Três suspeitos morrem e outros três são presos durante confronto com a polícia em Guaiúba (Foto: Divulgação/SSPDS)
Durante uma operação da Polícia Militar do Ceará (PMCE), três homens foram baleados e mortos após entrar em confronto com os agentes de segurança. Outros três foram presos, além de terem sido apreendidas seis armas de fogo. Um dos presos é suspeito de participar do roubo de uma carga de explosivos no dia 20 de dezembro de 2018, em Aquiraz. As informações são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

A Força Tática da PMCE apurou denúncias de que indivíduos estariam armados por vias do município de Guaiúba e realizou diligências até a Estrada Parada da Alegria, onde foi recebida a tiros. Durante o confronto, cinco suspeitos foram lesionados e conduzidos para unidades de saúde em Fortaleza e Guaiúba, onde receberam atendimento médico.

Desses cinco, três foram mortos. São eles: Francisco Iranildo Costa da Silva, de 24 anos, sem antecedentes criminais; Antonio Pereira da Silva Filho, de 18 anos, com passagens quando ainda era menor de idade; e Edimilson Xavier da Silva, de 24 anos, conhecido como "Loirim Dragão", com mandado em aberto por homicídio qualificado por motivo fútil e por impossibilitar a defesa da vítima, passagens por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e por posse de drogas.
Seguem internados Daniel Rodrigues da Silva, de 30 anos, com passagens por homicídio e crime ambiental, e Antonio Marcos Sales Roque Filho, de 18 anos, que respondeu a um ato infracional quando menor. Ambos estão escoltados por policiais militares até receberem alta médica.

O terceiro suspeito preso, identificado como Welyson Nogueira Fernandes Gomes, 21 anos, conhecido por "Cueca", é apontado como um dos participantes do roubo de um caminhão com explosivos. Ele foi capturado por uma equipe do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), na localidade Riachão, em Baturité, e confessou aos agentes que estava dando apoio aos suspeitos que trocaram tiros com os agentes em Guaiúba.

Welyson possuía mandado de prisão em aberto por integrar associação criminosa e roubo qualificado por concurso de pessoas, restrição de liberdade e subtração de substâncias explosivas, decorrente do roubo da carga de explosivos. Ele foi conduzido para a Delegacia Metropolitana de Guaiúba, onde foi autuado em flagrante por organização criminosa, posse de arma de fogo e tráfico de drogas, além de dar cumprimento ao mandado judicial em desfavor dele. Daniel Rodrigues e Antonio Marcos Sales foram autuados nos mesmos crimes, e ainda vão responder por tentativa de homicídio.

Dentre as armas de fogo apreendidas, estão um fuzil AK 47, uma metralhadora artesanal calibre 380, uma escopeta calibre 12, duas pistolas (.40 e 380) e uma revólver calibre 38. Também foram apreendidos 290 gramas de maconha, 630 gramas de crack, uma balança de precisão, anotações do tráfico e 69 munições de calibres diversos. O material apreendido foi levado para a realização de procedimento policial na unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), em Guaiúba.


o Povo