Assinado acordo de cooperação entre INSS e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Aurora para ser executado o Programa INSS Digital


 
Acordo foi assinado na manhã desta quinta-feira (10), na gerência executiva do INSS, em Juazeiro do Norte. – Foto: Joathan Magalhães
Na manhã desta quinta-feira (10), a direção do sindicato dos trabalhadores rurais de Aurora, no cariri, esteve na gerência executiva do INSS, em Juazeiro do Norte, onde, na ocasião, aconteceu a assinatura do acordo de cooperação entre INSS e Sindicato para ser executado o Programa INSS Digital.
Acessível pelo computador ou celular, o aplicativo permite ao cidadão acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a vários serviços do INSS. E está em constante evolução a fim de tornar mais fácil e rápido seu acesso pelos segurados.
O coordenador regional da Fetraece, Joathan Magalhães, disse que a finalidade da entidade é lutar para fazer valer os direitos dos agricultores e agricultoras de Aurora.
“O nosso objetivo é sempre lutar pela melhoria da classe trabalhadora e fazer com que os nossos agricultores e agricultoras possam ser bem atendidos e, com isso, lutarmos a cada dia mais pela garantia de seus direitos”, afirmou.
De acordo com o INSS, nesse modelo, o atendimento para recepção e digitalização dos documentos leva cerca de vinte minutos e o cidadão já sai com a senha para acesso ao Meu INSS, canal pelo qual é possível acompanhar integralmente as fases do pedido sem sair de casa.
A implantação deste modelo de atendimento digital vai proporcionar várias vantagens significativas para a Instituição e para os segurados. Entre elas, a possibilidade da concessão automática de benefícios, isto é, sem precisar ir a uma agência para levar documentos e formalizar o pedido, conforme o modelo convencional.
Seu INSS
Ao fazer o cadastro, é bom ter em mãos documentos e Carteira de Trabalho, pois algumas perguntas são realizadas para conferir a identidade do usuário tais como: datas de recebimento de benefícios ou de realização de contribuições, nomes de empresas onde trabalhou e valores recebidos.
Se errar mais de uma pergunta, o segurado pode aguardar 24 horas para tentar novamente ou ligar para o telefone 135 e, em último caso, ir à agência do INSS.
 
 
Por Henrique Macêdo