PSDB tenta se revitalizar, estimula saída de Aécio e entrada de Frota e Tabata


Os tucanos desenham estratégias para se revitalizar, desestimulam a permanência do deputado federal Aécio Neves nos quadros do partido e tentam atrair a deputada federal Tabata do Amaral, que está em rota de colisão com o PDT, e o deputado federal Alexandre Frota, expulso do PSL. O movimento do PSDB é desencadeado pelo Governador de São Paulo, João Doria, principal nome da sigla para a corrida presidencial em 2022.

A permanência do ex-senador e deputado federal Aécio Neves no ninho tucano é considerada um fardo para o projeto do PSDB de lançar a possível candidatura de João Dória à sucessão do presidente Jair Bolsonaro. O esboço para expulsão de Aécio começou com pedidos de diretórios municipais do PSDB em São Paulo e pode se espalhar pelo País.
Dentro da linha de limpeza ética, o primeiro diretório estadual a se pronunciar pela saída de Aécio é do Espírito Santo. O PSDB do Ceará ainda não se manifestou sobre o caso, embora o presidente da Executiva Regional, Luiz Pontes, seja uma das vozes em defesa do afastamento do mineiro do ninho tucano.
As lideranças do PSDB que expõem preocupação com militantes que ganharam destaque na história do partido ao longo dos últimos 20 anos trabalham, ao mesmo tempo, para agregar novas vozes que dêem mais vida a agremiação. É o caso, por exemplo, da deputada federal Tabata do Amaral, que contrariou o PDT ao votar a favor da reforma previdenciária. Tabata exerce o primeiro mandato na Câmara Federal e se elegeu, em 2018, com 264.450 votos.
O PSDB abriu conversa, também, com Alexandre Frota que, após criticar o Governo Bolsonaro, acabou por ser expulso do PSL. Frota é parlamentar de primeiro mandato e foi eleito, no ano passado, com 155.552 votos. Ambos tem um ponto em comum: foram eleitos pelo Estado de São Paulo. Ao tentar atraí-los, o PSDB busca se fortalecer no maior colégio eleitoral do País. Um dos dois – Frota ou Tabata, poderá até mesmo ser opção do PSDB à Prefeitura de São Paulo.

ALIANÇA COM A SOCIEDADE

O ex-deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Fortaleza, Carlos Matos, defende que o PSDB tenha uma aliança com a sociedade. “A nossa principal aliança é com a sociedade, que está descrente, mas a responsabilidade de dar uma melhor resposta à cidade é nossa e não vamos abrir mão dela. Nós queremos corresponder à confiança que nos foi dada para transformar o Ceará e queremos transformar Fortaleza”, observa Matos,
é o que assegura o ex-deputado Carlos Matos, a aposta do partido para a batalha eleitoral de 2020.
Trinta anos depois de administrar Fortaleza, o PSDB está pronto para encarar um novo desafio nas eleições municipais de 2020. Os tucanos querem protagonizar uma nova história e anteciparam o debate de olho na disputa do ano que vem na capital.
“A nossa principal aliança é com a sociedade, que está descrente, mas a responsabilidade de dar uma melhor resposta à cidade é nossa e não vamos abrir mão dela. Nós queremos corresponder à confiança que nos foi dada para transformar o Ceará e queremos transformar Fortaleza”, é o que assegura o ex-deputado Carlos Matos, a aposta do partido para a batalha eleitoral de 2020.


Ceará agora