TRT determina funcionamento mínimo de 70% da frota; Sindiônibus pede que greve de motoristas seja considerada abusiva, em Fortaleza - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

07/06/2021

TRT determina funcionamento mínimo de 70% da frota; Sindiônibus pede que greve de motoristas seja considerada abusiva, em Fortaleza

 


O Sindiônibus (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará) ingressou com uma ação junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região com pedido para que a greve dos motoristas, anunciada pelo sindicato da categoria, para ser iniciada nesta terça-feira, seja considerada abusiva.

O TRT da 7ª determinou, em tutela antecipada, a manutenção, em funcionamento, de um percentual mínimo de 70% da frota sob pena de aplicação de multa diária no valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) ao SINTRO (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará).

O TRT determinou, também, que o SINTRO se abstenha de realizar qualquer bloqueio aos terminais rodoviários, garagens, praças e locais de paradas dos veículos de transporte público, de impedir o acesso dos empregados das empresas que queiram trabalhar ao local de trabalho ou promover a interdição de vias públicas.

O Sindiônibus, por meio de nota, anunciou que as empresas associadas irão disponibilizar a totalidade da frota operante atual para atendimento dos passageiros nos sistemas de transporte coletivo de Fortaleza e da Região Metropolitana.

A entidade destaca que, em conformidade com o art. 6º da Lei nº 7.783, de 28 de junho de 1989 (lei de greve), a adesão de trabalhadores ao movimento paredista, caso ocorra, deve ser voluntária, cabendo ao SINTRO a responsabilidade de observar o atendimento mínimo determinado pelo TRT da 7ª Região.

O Sindicato das Empresas informa, ainda, que repudia qualquer ato que prejudique a circulação dos ônibus e impeça o deslocamento da população e reitera que está sempre aberto ao diálogo. A entidade acredita que todas as pautas devem ser tratadas sob negociação, sem prejuízo ao fornecimento do serviço de transporte.

+Veja abaixo a íntegra da nota do Sindiônibus:




                                           ( Ceará Agora)  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages