Pesquisa aponta Domingos Neto na Elite Parlamentar 2020

 




O deputado Domingos Neto (PSD), coordenador da bancada federal cearense e relator do Orçamento da União de 2020, é destaque na pesquisa Elite Parlamentar 2020, divulgada anualmente pela consultoria Arko Advice. Ele aparece como um dos principais articuladores do Congresso Nacional.

“Fico feliz em integrar o levantamento Elite Parlamentar 2020 neste, que foi um dos anos mais importantes que o Congresso Nacional já passou com os desafios da pandemia da Covid-19 e o orçamento impositivo.Aprovamos pautas importantes, como o auxílio emergencial, o Fundeb e créditos para estados e municípios. Tenho muito orgulho de ser um representante dos nossos municípios e do nosso estado no Parlamento Federal. Isso se reflete no nosso trabalho, tanto na bancada cearense, quanto no trabalho com Orçamento”, destaca Domingos Neto. 

A elite parlamentar é formada por 103 congressistas, sendo 70 deputados e 33 senadores. Mais cinco cearenses estão no ranking: os deputados federais André Figueiredo (líder da oposição), José Guimarães (líder da minoria) e Mauro Filho (especialista e relator do Plano Mansueto); os senadores Cid Gomes (debatedor) e Tasso Jereissati (vice-líder do PSDB e relator do marco legal do saneamento básico). 

Conforme a Arko Advice, a Elite Parlamentar brasileira é formada por aqueles que atuam decisivamente sobre o andamento dos trabalhos, sobre a elaboração da agenda legislativa e/ou que representam interesses organizados da sociedade brasileira ou forças políticas relevantes. A consultoria observa também que os membros da elite parlamentar são aqueles com grau variado de importância: negociam com o Executivo, representam grupos de pressão, operam na busca do consenso e influenciam nas decisões do Executivo ou deixam sua marca no processo deliberativo do Congresso Nacional. 

Metodologia

A consultoria da Arko Advice leva em conta a capacidade de articulação, negociação com o Executivo e tomadas de decisões que influenciam a agenda legislativa e política do país. Tal análise é feita por um colegiado de seis pesquisadores que ficam responsáveis por acompanharem mapas de votações e atuação individual e coletiva dos parlamentares.


Roberto Moreira