A Câmara Municipal de Tauá  realizou nesta segunda-feira, 16, a primeira sessão ordinária, após as eleições, sob o comando do presidente, Felipe Viana. O resultado das eleições foi o assunto mais comentado na sessão, com os parlamentares aproveitando para agradecer pelo êxito conseguido no pleito. O vereador Alaor Mota foi o primeiro a ocupar a tribuna, quando aproveitou para parabenizar os que conseguiram êxito, inclusive a vice-prefeita eleita, Fátima Veloso e lamentou por aqueles que não conseguiram o retorno para a próxima legislatura. Segundo o vereador estava na torcida por todos os atuais parlamentares que buscaram a reeleição. 

O vereador Marco Aurélio fez um agradecimento à população em geral do Município, destacando que que foi eleito para a 09ª legislatura. Segundo o parlamentar , em todo esse período continua da mesma maneira de ser, procurando servir à população, sem pedir o voto em troca. O vereador disse que não tem conhecimento se outro parlamentar em Tauá já conseguiu tantos mandatos consecutivos no legislativo. Ele foi aparteado por vários parlamentares, inclusive pelo presidente Felipe Viana, que aproveitou para parabenizar os que conseguiram êxito e se solidarizar com os que vão ficar fora do legislativo. 

Na ordem do dia, foram aprovadas moções de pesar e de congratulações, um requerimento, além de três projetos. Aprovado o projeto de lei de autoria do vereador Avelange Junior, que dispõe sobre a publicação da lista de medicamentos das farmácias básicas do Município, no site da prefeitura. O parlamentar ocupou a tribuna para falar sobre o projeto, quando relatava a importância de sua aprovação, trazendo um grande beneficio principalmente para a população interiorana. 

De autoria do vereador Alaor Mota foi aprovado o projeto de decreto legislativo, que concede o título de cidadania tauaense para a senhora Maria Auxiliadora Floresta de Sousa Caracas. 

Por último foi aprovado em regime de urgência, o projeto de autoria do executivo, que dispõe sobre a autorização para abertura de crédito adicional suplementar ao orçamento atual. O vereador Marco Aurélio fez uma defesa do projeto, ao informar que essa abertura de crédito é para a realização de diversos pagamentos, principalmente de pessoal e autorizando um repasse do executivo para a Fundação São Camilo. 

CONFIRA A PAUTA DA SESSÃO 

ASSISTA A SESSÃO

Repórter Edy Fernandes 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib