Roubos de veículos no Ceará tem redução de 46% em relação ao mesmo período do ano passado


IMG_7264-768x495


Durante os oito meses de 2019, o trabalho das forças de segurança cearense resultou na queda de 46% nos roubos de veículo em todo o Ceará. No acumulado do ano passado, foram 6.375 bens automotores subtraídos em ações criminosas. Neste ano, esse número caiu para 3.427. Esse recorte está inserido nos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP), que chega ao seu 27° mês de redução consecutiva no Estado.

A melhoria no acumulado de 2019 ocorre em razão de números positivos em todos os meses deste ano. Em agosto, por exemplo, houve uma redução de 35%, indo de 637 crimes para 417. No mês anterior, julho, a redução foi de 42%, caindo de 696 para 401 CVPs. Em junho, a diminuição foi de 41%, indo de 768 para 454. Em maio, foram 50% a menos, passando de 860 para 429. Em seguida, vem o mês de abril, que passou de 816 casos para 442, o que corresponde a uma redução de 46%. A retração aconteceu também em março, quando os 913 roubos de carro de 2018 caíram para 472 neste ano, correspondendo a uma redução de 48%. Em fevereiro, a queda foi de 49%, indo de 794 para 405. Por último, janeiro, que registrou a maior queda percentual em um mês, com 54% de diminuição, saindo de 891 para 407 casos.
“Nós temos as informações que o Spia nos envia, aliadas às ampliações do videomonitoramento e do motopatrulhamento. Ou seja, se você possui os dados em tempo real, é preciso também chegar em tempo real. No trânsito das grandes cidades, a moto nos permite chegar com maior rapidez, a partir do cerco eletrônico feito dentro da Ciops (Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança). O resultado é o melhor índice da década em Fortaleza e no Ceará”, destaca o secretário da SSPDS, André Costa. O gestor cita ainda como o Ceará se destacou nacionalmente. “É uma aposta que fizemos e continuamos fazendo: o investimento em tecnologia, em inteligência artificial e em Big Data, por exemplo. São iniciativas que geralmente só víamos em outros países, e o Ceará partiu na frente, trabalhando junto às universidades”, disse.
Veículos roubados e furtados localizados
Todo o cerco inteligente, feito pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), Spia, videomonitoramento e instruções repassadas por operadores da Ciops, culminou na recuperação de 5.014 veículos, que foram roubados e furtados no Ceará, em 2019. Esse número corresponde a 80% dos carros e motos subtraídos em ações criminosas (roubos e furtos), que, neste ano, totalizam 6.271.Conforme já divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, a agilidade das forças de segurança já recuperou veículo em até três minutos, em Fortaleza.
Crimes Violentos contra o Patrimônio
No acumulado de janeiro a agosto de 2019, a redução CVP 1, que abrange roubos a pessoa, de documentos e outros, é de 20,4%. Foram 36.925 ocorrências desse tipo registradas, em 2018, contra 29.381, em 2019. No total, são 7.544 roubos a menos do que no ano passado.
Ainda no acumulado, todas as regiões do Ceará registraram números positivos. A maior queda percentual foi no Interior Norte, com menos 30,1% de casos, indo de 3.385 para 2.366. Em seguida, vem o Interior Sul, com queda de 28,7%, indo 2.925 para 2.085. Depois, vem a Região Metropolitana de Fortaleza, com 23,5% de redução, diminuindo de 6.193 para 4.740. Por último, vem Fortaleza com redução de 17,3%, passando de 24.442, nos oito meses de 2018, para 20.190, no mesmo período neste ano. Em agosto último, o Estado reduziu em 9,8% o CVP 1, com 423 ocorrências a menos se comparado ao ano passado. Foram 4.330 ocorrências, no oitavo mês do ano passado, contra 3.907, no mesmo período de 2019.
No CVP 2, que abrange roubo de carga, com restrição de liberdade da vítima, a residência, de veículos e contra instituições financeiras, a redução foi ainda maior em 2019. Os oito meses contabilizaram uma queda de 45,8%, com 7.405 ocorrências no ano passado, contra 4.013, no mesmo período de 2019. No total, são 3.392 crimes a menos.
A maior redução percentual, no acumulado dos oito primeiros meses de 2019, foi na Região Metropolitana, com redução de 49%: 1.940 (2018) e 989 (2019). Em seguida, vem Fortaleza, com 48,7% de queda: 3.916 (2018) e 2.010 (2019). Depois vem o Interior Sul, com 36,9% de diminuição: 666 (2018) e 420 (2019). Por último, o Interior Norte, com retração de 32,7%: 883 (2018) e 594 (2019). Só em agosto, foram 290 ocorrências a menos no Ceará, se comparado com o mesmo período do ano passado. Isso corresponde à queda de 37,2% nos crimes, passando de 779 para 489.