Advertisement

Cid e Camilo iniciam pré-campanha juntos, em Acaraú e Itarema, silenciando os que alimentam crise entre PDT e PT

                         


O senador Cid Gomes e o ex-governador Camilo Santana passaram a sexta-feira juntos, reunidos com lideranças de Acaraú e Itarema. “Almoçamos juntos, percorremos esse pedaço do litoral, passamos por campos de energia éolica e os dois conheceram melhor a pesca e o comércio do pescado, principalmente, do atum para todo o Brasil e exterior”, explicou o deputado Robério Monteiro, que colocou Cid e Camilo com prefeitos e lideranças políticas, do comércio e do agronegócio.  

Além da visita a Acaraú e Itarema, que vão sediar o último encontro regional do PDT, onde deverá ser anunciado o nome do partido para disputar o governo do Ceará, a aparição em público de Cid e Camilo esclarece ou coloca um ponto final na falácia do deputado José Guimarães, na qual o PT se prepara para desembarcar do governo estadual e seguir com a tese da candidatura própria. A aliança é que seguirá. A movimentação dos pré-candidatos, uma fala ou outra mais dura e até mesmo distanciamentos estão no contexto. 

A pré-campanha no plano nacional, onde Ciro e Lula duelam pela presidência da República, não deixa de ser um complicador para Cid e Camilo manterem, sem arranhões, a relação PT/PDT no Ceará, mas a caminhada iniciada pelos dois é uma demonstração de que a casa se mantém de pé e o projeto segue. 

O campo de atuação das oposições cresceu no Ceará, a partir da figura do presidente Bolsonaro que mantém relações com lideranças políticas no Estado. O deputado Capitão Wagner é o nome colocado para enfrentar o candidato do PDT, a ser conhecido nos próximos dias. O senador Cid Gomes tem dito e repetido que as oposições nesse período é que precisam apresentar os candidatos.

A foto dos quatro pré-candidatos, Izolda, Roberto Cláudio, Evandro e Mauro Filho, juntos, foi um fato novo, mostrou unidade, apesar da disputa. A viagem de Cid e Camilo, iniciando a campanha no sertão, sinaliza uma nova etapa na tática eleitoral do PDT para 2022.

Nos postos de combustíveis do bairro da Aldeota, em Fortaleza, o litro do diesel está mais caro que a gasolina. Como o benefício para se comprar carro a diesel era a diferença de 35% para a gasolina, o investimento foi para o lixo e a vantagem, também.


                                    Roberto Moreira 

Postar um comentário

0 Comentários