Ibama autua seis pessoas por maus-tratos contra tubarão morto em Cascavel

 





Tubarão-cabeça-chata morto na praia do Balbino, Cascavel (Foto: Reprodução/ Whatsapp)
Tubarão-cabeça-chata morto na praia do Balbino, Cascavel (Foto: Reprodução/ Whatsapp)

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) autuou seis pessoas por maus-tratos no caso de captura e morte de um tubarão na Praia do Balbino, em Cascavel (Litoral Leste), no último domingo, 14. De acordo com o órgão, nos vídeos divulgados pelas redes sociais foi feito um levantamento das pessoas envolvidas, foi oferecida uma denúncia contra elas e lavrado um auto de infração. O nome das pessoas autuadas não foi divulgado.



De acordo com a Polícia Civil do Ceará (PCCE), a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) instaurou procedimento policial para apurar a morte de um tubarão. Em nota, a Polícia diz que informações iniciais apontam que o animal, um tubarão da espécie Carcharhinus leucas, popularmente conhecido como tubarão-cabeça-chata, foi tirado da água e morto na faixa de areia. Imagens da captura e das agressões ao animal, que foram postadas em redes sociais, são analisadas pela PCCE. Equipes da delegacia especializada já foram ao local e iniciaram as diligências. Mais detalhes serão divulgados em momento oportuno para não comprometer o trabalho policial.


O animal foi capturado por pescadores na Praia do Balbino no último domingo, 14, e, pelas redes sociais, imagens foram divulgadas de pessoas enviando varas na boca do tubarão, espetando o bicho e, em seguida, ele sendo amarrado e arrastado pela praia.  Professor Instituto de Ciência do Mar (Labomar) ouvido pelo O POVO disse que o animal estava em seu habitat, passaria pela área e depois seguiria seu caminho, se não tivesse sido capturado e morto.

                                            o Povo 

Postar um comentário

0 Comentários