Cid Gomes é escolhido líder do PDT e já participa de reunião do Colégio de líderes do Senado

 





O senador Cid Gomes (PDT-CE) é o novo líder da bancada do PDT no Senado Federal. A confirmação da escolha ocorreu na terça-feira (9), por meio de documento da bancada encaminhado à Mesa Diretora do Senado. Cid substitui o senador Weverton (PDT-MA), que foi eleito no dia 1º de fevereiro para ser o 4º secretário da Mesa do Senado.

FOTO DIVULGAÇÃO


Nesta terça, Cid já participou da primeira reunião do novo Colégio de Líderes do Senado com o presidente do Senado recém-eleito, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para tratar de pontos como a possibilidade de uma alternativa ao auxílio emergencial e a votação de Medidas Provisórias pelo Senado. Cid reclamou, na sessão da última semana, da pressa na votação de MPs importantes, que precisariam de mais tempo para a deliberação dos senadores.


As Medidas Provisórias editadas pela Presidência da República precisam ser confirmadas pela Câmara e pelo Senado em até 120 dias. No entanto, na maioria dos casos elas estão chegando ao Senado para apreciação nos últimos dias de vigência, exigindo açodamento na votação pelos senadores.


Colégio de Líderes
Em seu pronunciamento no dia em que foi eleito presidente do Senado, Pacheco se comprometeu a discutir a pauta de votações do Senado com o Colégio de Líderes. “Discutiremos democraticamente a pauta do Senado Federal, que é uma prerrogativa do presidente do Senado, mas que deve ser compartilhada em referência à pertinência, ao momento, à forma, ao conteúdo de cada uma das proposições, numa discussão junto ao Colégio de Líderes, semanalmente”, comprometeu-se.


De acordo com o Regimento Interno do Senado, os líderes têm dentre as atribuições indicar os representantes das respectivas agremiações nas comissões, encaminhar o posicionamento do partido nas votações, indicar vice-líderes, usar a palavra em qualquer fase da sessão plenária e solicitar questão de ordem.

Postar um comentário

0 Comentários