Em decisão publicada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) na última sexta-feira (9), após pedido de impugnação da candidatura da Prof.ª Zuleide Queiroz (PSOL) para o cargo de prefeito em Crato, foi acordado o indeferimento desta solicitação. Após comprovação de compatibilidade da candidata ao pleito, esta segue campanha.

A decisão foi deferida pela Justiça, sendo protocolada pelo promotor eleitoral Cleyton Bantim da Cruz, onde julgando os documentos que atestam a “desincompatibilização das atividades sindicais e funcionais”, considerou que a candidata efetuou o devido desligamento dentro do prazo para concorrer as eleições municipais, dentro das diretrizes da Justiça Eleitoral.

O pedido de impugnação julgava Zuleide alegando que esta “não comprovou adequadamente que se afastou, de fato e direito, das atividades sindicais até 04 meses antes das eleições”, conforme o documento, o que é regra prevista para todas as candidaturas.

Mesmo julgando que a defesa da candidata e a própria foram omissos, e que poderiam ter evitado o pedido de impugnação com o envio dos documentos dentro do prazo estabelecido, o promotor confirmou que o MPE exigiu que o tal pedido fosse indeferido, permitindo assim que ela esteja apta ao pleito. Confira a decisão na íntegra clicando aqui

( Badalo) 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib