A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) monitora 160 pacientes de diferentes regiões do estado que testaram positivo duas vezes para o coronavírus. Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica e Prevenção da Sesa, Ricristhi Gonçalves, inicialmente, havia registro de nove casos de pessoas nessa condição no Ceará. Hoje, há uma lista de 160 pacientes que, segundo ela, “tiveram mais de um episódio de Covid documentado”.

No Ceará, mais 262 mil pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 até o momento, segundo a plataforma IntegraSus, da Sesa. No casos das pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus duas vezes, o intervalo entre os episódios foi superior a 21 dias, conforme a coordenadora. “Isso precisa ser investigado para saber se realmente a pessoa adoeceu, ficou boa e depois adoeceu em um outro momento, numa outra situação, ou se ela adoeceu e esses sintomas permanecem por um longo período”, reforça.

A situação desses pacientes, de acordo com Ricristhi, está sendo analisada por um grupo de infectologistas e epidemiologistas ligados à Sesa e a universidades cearenses. Os profissionais são os mesmos que, em setembro, tiveram um trabalho pioneiro publicado no site Covid Reference, referência internacional no estudo sobre a doença. 


(Do G1-CE)

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib