Os candidatos a prefeito em Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, têm concentrado seus debates, prioritariamente, na melhoria dos serviços de saúde e na recuperação econômica dos municípios. Em entrevistas a Rádio Plus Cariri e Jornal do Cariri, os pré-candidatos demonstraram preocupação com a saúde, crescimento econômico e a geração de emprego.

Em Barbalha, Argemiro Sampaio (PSDB) e Guilherme Saraiva (PDT), ressaltaram a qualidade da saúde no município e apontam como prioridade a geração de emprego e renda.


Guilherme disse ter um projeto de atração de empresas ligadas a produção de materiais e equipamentos médico-hospitalares. A ideia é isentar as empresas de impostos, aos moldes de uma zona franca. Além do fortalecimento da indústria local, a proposta visa a geração de emprego.

O prefeito Argemiro, que disputa a reeleição, propõe uma parceria com o Governo do Estado para formatação de um plano de geração de emprego e renda focado na qualificação do turismo. Argemiro disse ter conseguido “equalizar” a educação e o social; além de avaliar a saúde do município como a “mais forte do Cariri”.

No Juazeiro do Norte, Gledson Bezerra (Podemos), Ana Paula Cruz (PSB), Nelinho Freitas (PSDB), Arnon Bezerra (PTB) e Demontieux Fernandes (Psol), apontam a necessidade de melhorar a gestão financeira, além da saúde e geração de emprego.

Gledson acusou falhas administrativas que comprometem a saúde, educação e assistência social; tudo passaria por uma melhor organização da gestão. Gledson disse que é preciso reorganizar, prioritariamente, as finanças renegociando contratos e rediscutindo parcerias como a que é feita para administrar parte da saúde.

Ana Paula disse que suas primeiras ações serão voltadas a melhoria da saúde; a quem avalia “muito longe da ideal”. Ana Paula pontua a necessidade de investimentos e melhores salários, além de condições de trabalho para os profissionais. Ela disse que vai reabrir hospitais que foram fechados ou que estão funcionando abaixo da capacidade.

Nelinho Freitas vai apostar na reconstrução econômica como prioridade. A reorganização dos setores econômicos e o melhoramento do que já existe estão entre os planos. Nelinho disse haver muita preocupação com a saúde do município e que vai trabalhar para amenizar o sofrimento da população.

O prefeito Arnon Bezerra, candidato a reeleição, também, disse que a sua prioridade é cuidar das pessoas. Disse estar implantado um projeto para o futuro de Juazeiro, onde destaca melhoramento na infraestrutura, na educação, no esporte, na ação social e na saúde.

Demontieux Fernandes, tratou como prioridade a saúde. Ele aponta falhas no sistema administrativo dos equipamentos e avalia como urgente a viabilização de um aterro sanitário para extinguir o atual lixão. Demonitieux destaca a necessidade de mudança na política educacional, trabalho e renda, meio ambiente, segurança e infraestrutura.

No Crato, Aluísio Brasil (Pros), Zuleide Queiros (Psol), Zé Ailton Brasil (PT) e Arthur de Zé Adega (PSL), também, apontam como prioridade questões ligadas a saúde e a necessidade de um projeto de emprego e renda.

Zé Ailton Brasil avalia como estável a situação econômica do município e tem como principal proposta o desenvolvimento de um plano para geração de emprego e renda. Garante que o projeto está em curso e anuncia para breve a instalação de, pelo menos, duas empresas de médio porte no município. Na saúde, Zé Ailton prevê um aumento nos investimentos.

Arthur de Zé Adega, avalia como deficitária a saúde, mas vê como extremamente urgente modificar a política fiscal do município. Ele acredita que a “alta carga tributária” praticada pelo município dificulta a atração de investimentos privados. Arthur exemplificou a supervalorização dos imóveis feitos pelos técnicos da Prefeitura para a cobrança de impostos.

Zuleide Queiroz avalia como principal ponto a ser enfrentado a necessidade de cuidar das pessoas. Entre seus projetos, uma mobilização para diminuir as desigualdades sociais, com avanços na assistência à saúde e na geração de emprego e renda. Na educação, Zuleide quer criar um comitê com representações da sociedade e dos professores para promover uma mudança de conceito. Ouvir as pessoas será uma constante em uma provável gestão.

Aluísio Brasil avalia que o principal problema no Crato é a saúde. Ele aponta a necessidade de mais medicamentos e exames. Aluísio disse que vai abrir a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de fato e diminuir a burocracia para a realização de exames e cirurgias eletivas. Ele propõe atendimentos nas residências para tem dificuldade de locomoção, além de uma reforma administrativa com um inventário de todos os bens da Prefeitura.

As propostas devem ser debatidas nesse primeiro momento da campanha eleitoral que teve início no dia 27, domingo.

(Jornal do Cariri).

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib