Depois de 6 meses fechado por conta da pandemia da COVID – 19, o Memorial foi reaberto às visitações e pesquisas, no entanto, obedecendo rigorosamente aos decretos governamentais e as orientações da Organização Mundial de Saúde – OMS.  


Segundo a neta e presidente do Memorial, Isabel Cristina,  o visitante é obrigado a usar máscara, higienizar as mãos e terá  a sua temperatura corporal conferida na entrada do prédio. Afirma ainda, que as visitas serão por meio de agendamento e haverá controle para evitar aglomeração.  


O Memorial guarda a maior parte do acervo pertencente ao poeta assareense, como: instrumentos de trabalho na agricultura,  peças do mobiliário de sua casa, seus livros, sua viola e as premiações que recebeu durante a sua carreira.  


Para levar como lembrança, o visitante poderá adquirir camisas, CDs, canecas, chaveiros, cordéis e outros itens ligados à memória do vate. No Memorial estão à venda também as principais obras do poeta.  São livros essências a todas as idades e especialmente aos estudantes, que devem conhecer e pesquisar o pensamento do gênio assareense, voltado para a inclusão social.  


O  Memorial Patativa do Assaré estará aberto de terça-feira ao sábado, das 8 às 16 horas. E aos domingos de 9 ao meio dia.          














Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib