O presidente da Executiva Estadual do MDB, ex-senador Eunício Oliveira, está com agenda programada para desembarcar, na próxima sexta-feira (11), em Fortaleza, e se reunir com aliados para discutir qual rumo a sigla adotará na disputa pela Prefeitura da Capital.


Uma corrente de militantes defende o lançamento de candidatura própria. Os dirigentes avaliam, ainda, convites feitos pelo Solidariedade e pelo PT para os emedebistas indicarem um nome para vice-prefeito.

O SD está com a pré-candidatura do deputado estadual Heitor Férrer, enquanto o PT apresenta a deputada federal Luizianne Lins na sucessão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). Luizianne não tem o apoio do governador Camilo Santana que defende o engajamento do PT à candidatura a ser apresentada pelo PDT.
Eunício tem conversado, com frequência, com o Governador Camilo Santana (PT).

O MDB é atrativo para qualquer partido que queira chegar ao segundo turno da eleição em Fortaleza. A sigla tem um bom tempo de propaganda pelo rádio e televisão – são, pelo menos, 3 minutos, além de recursos do Fundo Eleitoral que podem ajudar a campanha – seja com candidatura própria ou na coligação que participar.

O MDB tem até o dia 16 para realizar a Convenção Municipal e oficializar o lançamento dos candidatos à Câmara de Vereadores, a prefeito e a vice-prefeito ou uma aliança com outras siglas e indicar o nome do vice na chapa à Prefeitura de Fortaleza.

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib