O deputado estadual André Fernandes (Republicanos) voltou, nesta terça-feira (25), à calçada da Assembleia Legislativa para conversar com populares e manifestar o seu descontentamento com a punição que os colegas parlamentares o impuseram ao suspendê-lo, por 30 dias, do mandato.


Foto: Rebeca Quirino

André justificou que o seu gesto é para denunciar o que considera como perseguição política – ele recebeu a punição porque o Conselho de Ética o considerou culpado nas acuações contra o colega Nezinho Farias (PDT), a quem fez insinuações sobre envolvimento com facções criminosas.

A suspensão do mandato o impede do exercício da atividade parlamentar, mas não o barra, como cidadão, de realizar reuniões ou manifestações. Eleito em 2018 com quase 110.000 votos, André Fernandes exerce o primeiro mandato e quer, ao longo dos 30 dias de punição, conversar, diariamente, na calçada da Assembleia Legislativa com pedestres que o vejam ou o aborde sobre assuntos da política. 

  Ceará agora 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib