O PSDB enfrenta, em 2020, o maior drama na história dos 30 anos do partido na corrida pelas Prefeituras da Região Metropolitana de Fortaleza. Sem expressão política e eleitoral, o tucanato patina, sem um candidato vitável à Prefeitura e com ameaça de perder a única vaga que tem na Câmara Municipal da Capital.  
Os tucanos lutam para viabilizar a pré-candidatura do ex-deputado estadual Carlos Matos, mas, ao mesmo tempo, namora com o PDT e com o PROS para construção de uma aliança que os ofereça perspectiva de poder. O Capitão Wagner já sinalizou para o PSDB indicar o vice de sua chapa, o pré-candidato Carlos Matos até se animou, mas disse, porém, que se mantém firme na candidatura ao Paço Municipal.
A fragilidade do PSDB responde, também, pela infidelidade do único representante do partido na Câmara Federal. Pré-candidato à Prefeitura de Maracanaú, o deputado federal Roberto Pessoa chutou o pau da barraca, ignorou o debate interno sobre candidatura própria à sucessão do prefeito Roberto Cláudio e se antecipou para anunciar, no ano passado, que apoiará o Capitão Wagner. Roberto se encarregou de sepultar, com a antecedência, o sonho do PSDB na Capital.
Outro golpe sentido pelo PSDB é na cidade de Caucaia, onde estão mais de 225.000 eleitores. O deputado federal Roberto Pessoa, na articulação com o Capitão Wagner, decidiu apoiar à pré-candidatura a prefeito do deputado estadual Vitor Valim e deixou de lado a pré-candidata do PSDB, Emília Pessoa. Emília, que tem história na política de Caucaia e, em 2018, saiu como candidata a vice-governadora na chapa encabeçada pelo general Theophilo, resiste com bravura para se manter na corrida pela Prefeitura e chegar ao segundo turno das eleições.
Emília, nesse jogo, enfrenta o prefeito Naumi Amorim (PSD), o deputado Elmano de Freitas, do PT, que, nessa segunda-feira, recebeu o apoio do presidenciável Ciro Gomes, e o deputado Vitor Valim, do PROS, que tem dois cabos eleitorais nos limites de Caucaia: o capitão Wagner e o deputado federal Roberto Pessoa. O quadro da pré-campanha do PSDB nos três maiores colégios eleitorais da Região Metropolitana – Fortaleza, Caucaia e Maracanaú, não é muito animador. 
Ceará agora 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib